3º PAINEL SETOR MOVELEIRO movimenta penúltimo dia da Movinter

3º PAINEL SETOR MOVELEIRO movimenta penúltimo dia da Movinter

Compartilhe nas redes!

Compartilhe nas redes!

3-PAINEL-SETOR-MOVELEIRO-MOVINTER

Ocorreu na tarde de ontem, 29 de junho, a 3ª edição do PAINEL SETOR MOVELEIRO. Após duas edições com grande êxito nos polos moveleiros de Arapongas, no Paraná, e de Ubá, em Minas Gerais, o PAINEL SETOR MOVELEIRO chegou ao polo de Mirassol, em São Paulo.

Realizado em formato híbrido, chegando simultaneamente a todos os cantos do Brasil e do mundo, o 3º PAINEL SETOR MOVELEIRO fez parte do calendário da Movinter, feira moveleira que segue até hoje, dia 30, no Shopping Iguatemi, em São José do Rio Preto (SP).

O evento reuniu um público qualificado tanto no presencial quanto no online, promovendo discussões importantes para toda a cadeia moveleira sobre as perspectivas para a indústria e para o varejo, bem como a economia, o consumo e o mercado financeiro no Brasil. Motivando, assim, a busca por soluções assertivas, realistas e abrangentes.

Fizeram parte do 3º PAINEL SETOR MOVELEIRO: Maic Caneira, presidente do SIMM (Sindicato das Indústrias de Móveis de Mirassol); Marcio Pauliki, vice-presidente do Grupo Mercado Móveis; Newton Guimarães; Head da Fundação de Dados; Andrea Krause, Consultora de Marketing da Eucatex; e Carlos Bessa, CEO da Plataforma Setor Moveleiro; além de representantes do polo moveleiro de Mirassol (SP) e região.

‘Conjuntura macroeconômica e a jornada de compra de móveis’

A abertura foi realizada pelo intermediador do evento, Carlos Bessa, seguido pelo presidente do SIMM e da Movinter, Maic Caneira.

O primeiro palestrante a se apresentar foi Newton Guimarães, que revelou os resultados e insights de nova pesquisa inédita realizada pela Eucatex em parceria com a Fundação de Dados, que ouve a cada seis meses milhares de consumidores brasileiros que fizeram obras ou reformaram suas casas.

No último semestre, 51,8% deles também compraram móveis. Número que chegou a 64,8% no auge do isolamento social, mas que ainda se mostra bastante expressivo e deve ser levado em consideração por industriais e varejistas, que, mais do que vender móveis, devem enfatizar um marketing  que demonstre oferecer soluções integradas para o lar.

Vale ressaltar que o varejo de móveis e eletrodomésticos, em termos reais, se encontra em média 10,6% abaixo do que se apresentava no último período pré-pandemia, fevereiro de 2020, de acordo com pesquisas do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Ainda assim, o segmento de móveis, excluindo-se os eletros, é a categoria atualmente com o melhor desempenho de vendas nos magazines, principal ponto de venda de mobiliário no Brasil, em especial quando falamos do mercado popular.

Mas esta não é a maior descoberta observada por meio dos resultados da pesquisa. Questionados sobre onde estes consumidores pesquisam antes de comprar, a revelação foi que, no geral, em primeiro lugar está o site dos magazines e, em segundo, o site dos próprios fabricantes.

Sim, o site dos fabricantes de móveis têm muito mais importância do que muitos um dia imaginaram. O que se tira disso, portanto, é que os industriais devem investir em comunicação, com sites de fácil navegabilidade e uma linguagem que converse não só com lojistas, mas com o consumidor final. Ou seja, com páginas que sejam informativas mas que fujam do discurso puramente técnico.

Outro ponto importante a se observar é o papel das redes sociais. Enquanto os consumidores da classe C, entre vários meios, pesquisam, principalmente, no site dos magazines; aqueles na classe B pesquisam, em especial, no site das marcas fabricantes ou nos showrooms; já aqueles da classe A, pesquisam, majoritariamente, no site dos fabricantes e no Instagram.

Mais uma prova de que uma comunicação e um marketing alinhados e adequados são essenciais para as indústrias nos dias atuais, que são cada vez mais reconhecidas e apreciadas pelo público.

“Trabalhem suas marcas!”, ressalta Guimarães, que demonstra dados que indicam que 64,5% daqueles que compram móveis visitam as mídias sociais; 88% o agregado de mídias sociais, site dos fabricantes e o e-commerce; e 59,2%, um número menor, visita mídias offline e analógicas, como a ida a uma loja física ou o contato com revistas, propagandas ou programas na TV, folhetos impressos, entre outros.

E estes são apenas alguns dos dados e insights compartilhados por Newton Guimarães em parceria com a Eucatex, em mais esta edição do PAINEL SETOR MOVELEIRO — a íntegra da apresentação poderá ser acompanhada em breve por meio do youtube.com/setormoveleiro.

3-PAINEL-SETOR-MOVELEIRO-MOVINTER-01

‘Gestão do amanhã: o futuro 4.0 no varejo e indústria’

Quem assumiu o microfone para a segunda apresentação do dia foi Marcio Pauliki, vice-presidente do Grupo Mercado Móveis, que relembrou rapidamente um pouco das origens e expansão das lojas do grupo e trouxe, como ponto principal, um panorama sobre o tema “Gestão do amanhã: o futuro 4.0 no varejo e indústria”, ressaltando a importância de estarmos sempre, como ele chama, em “estado beta”, ou seja, experimentando e nos reinventando enquanto empresas e empresários.

“Diferente de outras teses de inovação, também não podemos esquecer dos aprendizados que nos trouxeram até aqui. Ao mesmo tempo, porém, líderes fechados em suas salas não passarão incólumes a essa transformação. Pois, não é mais possível ficar totalmente presos a convicções forjadas em uma era distinta da atual”, ressalta o palestrante.

“Quando em exagero, essa convicção se transforma em arrogância e afasta a possibilidade de abertura ao novo.” Como consequência, Pauliki ressalta que todas as iniciativas orientadas à ruptura serão refutadas e a organização levará mais tempo para uma mudança que deverá vir uma hora ou outra.

Para tal, o palestrante debateu de forma prática quais são as ferramentas que podem trazer o equilíbrio entre a inovação e o sucesso passado. Ou seja, quais são as competências e diretrizes centrais para que gestores da indústria e do varejo possam ser agentes transformadores em vários aspectos.

Como atrair as novas gerações de consumidores para dentro das lojas, por exemplo? Que tal observarmos o comportamento deste grupo, que passa a alugar móveis, assim como celulares, casas temporárias, serviços de streaming etc.

Se tudo isso ainda nos causa estranhamento, não podemos, porém, virar nossas costas para esses novos hábitos de vida e comportamentos de consumo. “Uma das coisas mais importantes é estarmos antenados, mesmo que a gente discorde”, ressalta Pauliki.

Como exemplo, já parou para pensar sobre como espaços “instagramáveis” dentro das lojas podem chamar mais pessoas para os seus pontos de vendas. Visitas que podem não ser revertidas em vendas diretas, mas certamente em marketing orgânico e gratuito, com o compartilhamento de vídeos e fotos ligados às marcas nas mídias sociais. Já apontadas, aliás, na palestra anterior, como plataformas em ascensão na tomada de decisão pela compra de móveis.

“É necessário aprendermos a nos adequar, a falarmos a língua de cada cliente e a criarmos sintonia com eles, seja em relação à classe social, idade ou geração, por exemplo”, enfatiza mais uma vez o palestrante.

Mesa-redonda 3º PAINEL SETOR MOVELEIRO

A mesa-redonda, ao final do evento, foi composta pelos palestrantes, Newton Guimarães e Marcio Pauliki, além de Andrea Krause, Consultora de Marketing da Eucatex, que se juntaram à Carlos Bessa para debater o presente, trazendo perspectivas para o futuro do setor moveleiro nacional por meio das temáticas apresentadas e outras dúvidas levantadas pelo público, que puderam fazer perguntas e esclarecer suas dúvidas em tempo real. Nomes que fizeram do 3º PAINEL SETOR MOVELEIRO mais um grande evento.

PAINEL SETOR MOVELEIRO

O PAINEL SETOR MOVELEIRO é um evento híbrido e itinerante organizado pela Plataforma Setor Moveleiro, com o objetivo de proporcionar uma visão integral do momento pelo qual o mercado de móveis atravessa, levando alternativas estratégicas para o futuro da cadeia do mobiliário no Brasil.

A íntegra do evento, com as palestras e mesa-redonda, será disponibilizado em breve em nosso canal: youtube.com/setormoveleiro.

Agradecemos a todos os convidados e os presentes, bem como às entidades e empresas patrocinadoras que acreditaram no evento e confiaram em sua execução com vista a um objetivo comum, que é o fortalecimento e o desenvolvimento de nosso setor e cadeia produtiva, buscando formas de alavancar o consumo, a produção e, consequentemente, a geração de emprego e renda em nosso País. Ressaltamos a parceria com o SIMM (Sindicato da Indústria do Mobiliário de Mirassol) na realização e promoção do evento. Que muitas mais parcerias sejam construídas em prol de nosso setor.

Até o próximo PAINEL SETOR MOVELEIRO. Novidades em breve!

 

Deixe Um Comentário

  • Categories: Varejo

    Varejo de móveis – Continuando com o sobe e desce no setor moveleiro em 2022, numa cadeia que ainda vem […]

  • Categories: Marketing

    Como as marcas podem criar engajamento com consumidores superestimulados, expostos à poluição de dados e ao choque com o as […]

  • Categories: Indústria
  • Categories: Feiras

    Cerrado, Caatinga, Amazônia, Mata Atlântica, Pampa e Pantanal. Biomas do País com a maior biodiversidade do planeta, o Brasil, e […]

  • Categories: Demanda em Foco

Notícias em Destaque

  • Categories: Indústria

    Produção de móveis – Depois de divulgar o balanço do primeiro quadrimestre de 2022, segundo o relatório Conjuntura de Móveis, […]

  • Categories: Varejo

    Preço dos móveis sobe Afinal, aumento no faturamento significa lucro? Se você tem um negócio, sabe muito bem que não. […]

  • Categories: Indústria

    A produção na indústria de móveis registrou queda de 24,9% no primeiro quadrimestre de 2022, de acordo com informações divulgadas […]

Assine
a nossa
Newsletter

    Opinião