Aumento de produtividade na indústria moveleira

Aumento de produtividade na indústria moveleira

Compartilhe nas redes!

Compartilhe nas redes!

emprego na indústria produtividade-moveleira

Para falar sobre uma das filosofias produtivas que mais crescem e trazem resultados positivos para o setor industrial ao redor do mundo, a Terzoni – empresa de consultoria e treinamentos especializada na metodologia lean – traz hoje mais um conteúdo sobre o tema em sua coluna na Plataforma Setor Moveleiro. Dessa vez o foco é a produtividade na indústria moveleira   

A indústria moveleira mundial passou por grandes transformações nos últimos anos. Dessa forma, novos modelos de produção, inovações e tecnologias fizeram com que esse setor se tornasse cada vez mais competitivo. No Brasil, a fabricação de móveis também evoluiu e, para se fortalecer ainda mais no mercado, o setor vem investindo em tecnologia e inovação nos processos de produção.

Entretanto, para acompanhar as novas tendências e obter lucratividade, as empresas de móveis brasileiras precisam optar por, mais do que soluções high-tec, eficiência produtiva. Uma vez que aumentar o preço para ter lucratividade não é, definitivamente, a resposta ideal.

Atualmente, com a concorrência acirrada, o grande desafio dessas empresas, então, é fazer mais com menos. Neste caso, é necessário investir na redução de desperdícios, aumentar a produtividade e entregar um produto final com valor agregado.

 

Como aumentar a produtividade na produção de móveis?

Como falamos, o maior objetivo do gestor da indústria moveleira deve ser manter um padrão de qualidade em seu produto final e aumentar a produtividade na linha de fabricação de móveis. Um grande desafio! Em poucas palavras, a produtividade industrial está diretamente relacionada ao quanto a empresa produz versus o quanto a empresa consome.

Algumas ferramentas e metodologias podem ajudar o setor moveleiro a, justamente, aumentar a sua produtividade. Entre elas estão Ferramentas de Qualidade; Indicadores; Gestão de Processos; Planejamento e Controle de Produção (PCP); e o Just in Time. Confira mais detalhes sobre cada uma delas a seguir!

Metodologia 5s

Uma política de qualidade deve ser implantada para garantir a eficiência dos processos e aumentar a produtividade da linha de fabricação de móveis. E para isso precisamos começar pela base com o programa 5s: Separar (Seiri), Organizar (Selton), Limpar (Seiso), Padronizar (Seiketsu) e Sustentar (Shitsuke).

As cinco fases citadas operam pela eliminação do desperdício. Além de estimular a postura de responsabilidade de todos os funcionários pelo ambiente de trabalho e proporcionar um melhor aproveitamento do tempo e do espaço físico.

Gestão de processos

A gestão de processos é uma ferramenta da qualidade indispensável para aumentar a produtividade da produção de móveis em uma produção enxuta. A ferramenta auxilia o gestor a analisar, reconhecer e documentar detalhadamente os processos que realmente agregam valor para a produção e buscar as atividades que podem ser melhoradas. Encontrando, assim, ineficiências, gargalos, atrasos e desperdícios a serem eliminados.

Planejamento e Controle de Produção

De um setor tradicionalmente de oferta maior do que a demanda, passamos agora por um momento oposto em toda a cadeia moveleira, com o aquecimento da procura. De uma forma ou de outra, saber identificar esses períodos é essencial para tomar-se decisões assertivas, agindo-se com precisão.

O Planejamento e Controle de Produção (PCP) é um sistema de gerenciamento de produção que busca prever, controlar e otimizar os recursos das empresas a fim de garantir que as metas de produção sejam alcançadas e a produção seja controlada de acordo com a demanda real da fábrica. Evitando, então, que se produza mais do que vende ou menos do que o necessário.

Indicadores (medição OEE e TEEP)

Os indicadores melhoram a produtividade da linha de produção de móveis, pois trazem informações valiosas sobre onde o gestor deve melhorar e quais decisões pode tomar para atingir esse objetivo. Para fazer a análise, os indicadores OEE e TEEP são recomendados. Para explicar melhor sobre cada um deles, transcrevemos a explicação do nosso artigo “Indicadores Lean: saiba quais são e como analisar”. Confira:

  • OEE

Com a finalidade de monitorar e melhorar a eficácia dos processos de manufatura, o Overall Equipment Efficiency ou Eficiência Global do Equipamento é muito utilizado como uma chave de medidas do TPM e programas de Manufatura Enxuta. O indicativo trabalha com uma metodologia simples e prática que considera categorias primárias (qualidade, disponibilidade e produtividade), apontando exatamente onde se está e o quanto se pode melhorar.

  • TEEP

O Total Effective Equipment Productivity ou Produtividade Total Efetiva do Equipamento serve para descrever qual a real capacidade produtiva em 365 dias no ano dividido por 24 horas por dia. Por ser um indicador estratégico, ele é medido durante um tempo definido e utilizado para respaldar decisões sobre investimentos, escalação de turnos de funcionários, entre outros.

Just in time

Não podemos deixar de falar sobre o Just in Time, quando o assunto é aumento de produtividade. O sistema Just in Time (JIT) — “na hora certa”, em português —, consiste em fazer exatamente o que o cliente precisa, no momento ideal e na quantidade necessária.

O método propõe zerar e eliminar desperdícios e retrabalhos. Assim, passa a acionar o mínimo de recursos em força de trabalho, materiais e máquinas. Combatendo, então, duas fontes principais de desperdício: a superprodução e os estoques, além do aumento da produtividade na linha de produção.

Agora que você já conheceu as principais ferramentas que podem ser combinadas com o lean para aumentar a produtividade da linha de produção da sua fábrica de móveis, agora só faltam algumas dicas valiosas para colocá-las em prática. E é isso o que traremos em nosso próximo conteúdo aqui na Plataforma Setor Moveleiro.

Deixe Um Comentário

  • Categories: Marketing

    Colchões Castor – Chegar aos 60 anos em boa forma não é uma missão simples. Exige jogo de cintura, muita […]

  • Categories: Indústria

    Indústria moveleira – Acompanhando as oscilações no mercado moveleiro nacional, impactado, entre outros motivos, pela instabilidade econômica e a retomada […]

  • Categories: Feiras

    Fornecedor na cadeia moveleira – Enquanto muitos consumidores direcionaram seus recursos para realizar melhorias em suas casas durante os últimos […]

  • Categories: Varejo

Notícias em Destaque

  • Categories: Indústria, Notícias

    Abaixo do desejado desde dezembro de 2019, o nível dos estoques de produtos finais, que atingiu nível crítico no segundo […]

  • Categories: Indústria

    Na semana passada, nós falamos sobre as oportunidades para os móveis brasileiros nos Estados Unidos – clique para ler. Enquanto […]

  • Categories: Indústria

    A produção industrial no Brasil caiu 0,4% na passagem de agosto para setembro deste ano. Esta é a quarta queda […]

Assine
a nossa
Newsletter

    Opinião