Preloader

Transparência garante cadeia produtiva moveleira sustentável

cadeia-produtiva-moveleira-sustentavel

Muito se fala em greenwashing – a prática de se dizer sustentável com o intuito de ganhar a simpatia do cliente e do consumidor final. Mas no setor moveleiro, em especial entre fornecedores como o Grupo Eucatex, a sustentabilidade ambiental e social é levada a sério. A cada ano, as certificações recebidas pela empresa são auditadas para garantir uma cadeia produtiva moveleira sustentável de fato.  

“Ao escolher um produto da Eucatex, o cliente está investindo em uma companhia que está engajada com as boas práticas ambientais e sociais. E que realiza seus processos de acordo com princípios e critérios bem estabelecidos e reconhecidos internacionalmente”, explica a supervisora Socioambiental do setor de Meio Ambiente da Eucatex,  Luisa Pereira Marques. 

Cadeia produtiva moveleira sustentável e certificada

E a certificação da Eucatex, fabricante de painéis MDF e MDP, chapas de fibra (produto do qual é o maior fabricante mundial), pisos laminados, portas, divisórias e tintas, não é nova, reforça a supervisora

Ainda em 1996, a companhia recebeu a certificação de manejo florestal responsável pelo Forest Stewardship Council® – FSC®. Em 1999, seus produtos ganharam o selo FSC®. Em 2001, foi a vez do seu sistema de gestão ambiental receber o reconhecimento pela ISO 14001. E em 2018, passou a ser certificada também pelo Cerflor/PEFC. 

Auditorias atestam boas práticas

De maio a agosto, o ano de 2023 foi intenso para as equipes da Eucatex. Em maio de 2023, iniciou-se o processo de auditoria externa do FSC®. Em junho, a companhia recebeu a auditoria externa da ISO 14001 para verificar o Sistema de Gestão Ambiental (SGA). A série de auditorias anuais finalizou em agosto de 2023, com a auditoria do manejo florestal. 

“O ritual das auditorias é bem conhecido. E a companhia mostra, em cada oportunidade, o quanto está madura em seus processos a cada nova recomendação de manutenção dos selos”, elogia Luisa Marques

“A companhia atua para continuar melhorando seus processos e estar alinhada ao propósito e valores, o que faz diferença na competitividade dos produtos perante o mercado e assim garante a confiança do consumidor final, mantendo sua autoridade nos segmentos de construção civil e indústria moveleira”, completa.

ESG incorporado ao negócio

Muito além das certificações que atestam o cuidado no manejo da matéria-prima e processos produtivos, o grupo tem as práticas da agenda ESG (sigla que significa ambiental, social e governança, em português) incorporadas ao negócio

Programa de Reciclagem - esteira movimentando material pronto para o silo 2
Programa de reciclagem beneficia toda a região da unidade de Salto (SP). Foto: Divulgação

“A Eucatex nasceu com esta responsabilidade socioambiental; sua missão é utilizar recursos naturais de forma sustentável para gerar florestas renováveis de alta produtividade, com custos competitivos, promovendo o crescimento social”, revela o vice-presidente executivo e diretor de Relações com Investidores, José Antonio Goulart de Carvalho. 

Entre as principais ações ligadas à sustentabilidade, destacam-se:

Tratamento de efluentes monitoramento atmosférico e redução de ruídos

Na Unidade Madeira (Chapas), instalada em Salto (SP), o Grupo mantém uma Estação de Tratamento de Efluentes (ETE), destinada a tratar os resíduos de material biológico gerados no desfibramento do eucalipto, principal matéria-prima dos produtos fabricados pela empresa e originário de florestas cultivadas e certificadas. Na ETE acontece todo o processo de tratamento do efluente do processo fabril, que retorna ao Rio Jundiaí.

O monitoramento atmosférico é outra ação constante, realizada anualmente e apresentada às entidades responsáveis. A coleta de informações das fontes de emissões permite conhecer a qualidade do ar e, caso necessário, implantar tecnologia de controle.

Assim como as medidas de redução de ruídos, tomadas para assegurar conforto para a população do entorno da área de produção. Isso é feito com o uso de cabines de enclausuramento, isolamento acústico, atenuadores e outros equipamentos e infraestrutura, além de treinamentos e equipamentos de medição para controle dos níveis de decibéis.

Programa de reciclagem

Mais de 300 empresas no raio de 100 quilômetros de Salto são parceiras do programa, que coleta e dá destinação adequada aos resíduos de madeira, construção civil e podas de árvore, entre outros. O material vira biomassa e abastece as caldeiras da Unidade Madeira (Chapas), para geração de energia térmica. São reaproveitados mais de 100 mil toneladas de resíduos de madeira por ano nas caldeiras da fábrica de Salto. 

O Programa contribui ainda para a preservação de mais de 1 milhão de árvores, que deixam de ser cortadas, e para a economia de cerca de 15 milhões de litros de água ao ano. Em 18 anos, o projeto ajudou a dar um destino correto para mais de 1,8 milhões de toneladas de resíduos de madeira e resultou numa economia de 270 milhões de litros de água.

Uso de energia solar

Recentemente, a companhia anunciou investimentos em energia renovável, com a compra de energia elétrica de longo prazo (PPA), com a participação na usina solar Castilho. Com a iniciativa, a empresa contribui para a redução da emissão de gases do efeito estufa, causadores das mudanças climáticas. 

Usina Solar de Castilho
Usina Solar de Castilho garante energia renovável e redução de emissões. Foto: Divulgação

A parceria com o Grupo Comerc Energia na usina permitirá a redução de cerca de 966 mil toneladas de dióxido de carbono (CO2) ao longo dos 15 anos do contrato na atmosfera. Isso equivale a absorção realizada por 6,8 milhões de árvores ao longo de 20 anos. A descarbonização faz parte das metas e estratégias ESG da companhia. 

Programa de Controle e Prevenção de incêndios florestais

A Eucatex possui também um plano de prevenção e controle de incêndios florestais e realiza treinamentos especiais com seus colaboradores. Os incêndios ocorrem de forma natural ou por práticas humanas. O programa consiste em medidas de prevenção. 

Entre as medidas, estão a construção e manutenção de aceiros, acompanhamento de possíveis focos de incêndio, rondas diárias, kits com informações e fluxograma de atendimento a emergências em locais de fácil acesso para os colaboradores. Da mesma forma, há a instalação de placas de advertência, diálogo aberto com as comunidades, por meio do canal de comunicação, e de engajamento acerca do tema anualmente.

Programa de Educação ambiental

Desde 1999, a empresa mantém, em parceria com as secretarias de educação dos municípios de Bofete (SP) e Salto (SP), o Programa de Educação Ambiental. Desde então, mais de 28 mil participaram das atividades, que foram paralisadas durante a pandemia e feitas de forma remota em 2022. 

Visita alunos Casa da Natureza
Atividade de educação ambiental na Casa da Natureza. Foto: Divulgação

Algumas atividades do programa acontecem na Casa da Natureza, que fica em Bofete (SP). No espaço também acontecem treinamentos, reuniões internas e recepção do público das universidades e outras instituições em visitas técnicas.

 

Veja também