Preloader

Cores para todos os momentos: a casa com sentido e as tendências para o design de móveis

Cores e o design de móveis – Nós noticiamos por aqui a “Viva Magenta” como a cor de 2023, segundo a Pantone, maior referência mundial no assunto. Enquanto o tom escolhido pelo instituto passa uma mensagem corajosa e destemida para um ano de superação de velhos problemas e da chegada de novos desafios, a verdade é que o viver e, em especial, o morar passa diariamente por outras tantas emoções, conflitos e alegrias, que devem ser acolhidos e utilizados como inspiração para criação de produtos, soluções e inovações dia após dia. 

Durante os últimos meses, nós trouxemos diversos insights e drivers de tendências para a casa, com foco não só no design de interiores e do mobiliário, mas de tudo o que compõe os nossos lares e o morar contemporâneo. Intitulada “Home Lifestyles 2025”, a série, idealizada a partir do white paper desenvolvido pela WGSN (outra grande referência no levantamento de tendências de comportamento e consumo), traz não só previsões para um futuro bastante próximo, como, sobretudo, caminhos que devem já começar a ser percorridos por empresas que querem sair na frente. 

Do trabalho ao entretenimento dentro de casa, listamos uma série de produtos e potenciais inovações para atender às tendências em ebulição. Agora, o assunto são as cores e seus reflexos no design de móveis!

A WGSN faz previsões de cores de longo prazo para todos os segmentos, em parceria com a Coloro, empresa do mesmo grupo. A seguir, vocês verão os tons escolhidos exclusivamente para o estudo “Home Lifestyles 2025”, que melhor se alinham com a forma com que cada vez mais vivemos, trabalhamos, descansamos e nos divertimos. Dá uma olhadinha!

Cores e o design de móveis

Vida e funcionalidade

Relembre a tendência > Descubra as 4 principais tendências para o morar até 2025: oportunidades de produtos no setor moveleiro

Verdes orgânicos e tons terrosos

O verde simboliza crescimento e esperança, enquanto os tons terrosos são sinônimo de estabilidade, confiança e atemporalidade. Intimamente associadas à natureza e à segurança, essas cores vão se alinhar aos novos estilos de vida regenerativos, a um design simples e ao interesse em viver harmonicamente com os habitats que nos rodeiam.

cores e design de móveis

Trabalho e dinamismo

Relembre a tendência > Como as novas formas de trabalho impactarão as casas até 2025: missão da indústria moveleira é atender às novas necessidades dos consumidores

Cores neutras quentes

Essas cores se inspiram em materiais naturais, como madeira, mármore e pedras. Evocando, assim, uma sensação de conforto e segurança que não sobrecarrega os sentidos – ideais para ambientes que exijam foco.

Além disso, as cores neutras quentes são versáteis e atemporais, o que as torna perfeitas para um consumidor com um estilo de vida híbrido. Mas que está investindo em configurações permanentes para a casa.

trabalho e dinamismo - cores e design demóveis

Descanso e recuperação

Relembre a tendência > Casa inclusiva e acolhedora: o papel do mobiliário no bem-estar

Tons pastel calmantes

Os tons pastel ajudam na atenção plena e promovem uma sensação de calma na casa. Compondo, assim, uma paleta de tons pigmentados que é versátil e inclusiva. Tranquilas e serenas, essas cores funcionam em diversos contextos, de tintas a azulejos, passando por roupas, mobiliário e aparelhos eletrônicos.

A cor lavanda é destaque, relacionada aos momentos de descanso e recuperação. Além disso, ela é cada vez mais popular em produtos de diversas categorias e para todos os gêneros.

Descanso e recuperação - cores e design de móveis

Lazer e imersão

Relembre aqui > Lazer e entretenimento dentro de casa: o papel essencial da indústria de móveis no futuro

Cores energizantes

Em 2025, os mundos virtuais imersivos terão ainda mais influência na estética dos espaços físicos. Com isso, o boom das técnicas artesanais e da customização irá fazer com que as pessoas adotem um espírito mais livre em relação às cores. 

O consumidor vai se sentir mais confiante no uso das cores vivas em casa, seja nos detalhes ou aplicadas de modo mais amplo. Além disso, em meio à recessão econômica, o público vai optar por tonalidades chamativas para espantar a ansiedade.

Lazer e imersão - cores e design de móveis

 

Veja também