Preloader

Customização de móveis: descubra como a tendência pode impactar o setor moveleiro

Customização de móveis: descubra como a tendência pode impactar o setor moveleiro

No dinâmico mundo do design de interiores e da decoração, a personalização e a individualidade têm se tornado conceitos-chave. Os consumidores, além de buscar móveis funcionais e esteticamente atraentes, desejam peças que reflitam sua identidade e estilo pessoal. Nesse contexto, a customização de móveis é tida como uma tendência poderosa, uma vez que a maneira o público vê e consome produtos no setor moveleiro. Na matéria abaixo, você vai saber mais sobre essa tendência e, sobretudo, conhecer seus impactos para a produção de móveis. Boa leitura!

O setor moveleiro está em constante evolução, se adaptando às demandas e preferências dos consumidores – que, por sua vez, estão sempre em transformação. 

Nos últimos anos, o mercado pôde testemunhar uma mudança significativa nas expectativas dos clientes, que agora buscam não apenas funcionalidade e qualidade em seus móveis, mas também uma conexão emocional e a capacidade de expressar sua individualidade por meio de suas escolhas de design. 

Diante desse cenário, a customização de móveis surge como uma resposta inovadora às necessidades cada vez mais diversificadas e exigentes do mercado.

Experiência de compra

À medida que a personalização se torna uma parte essencial da experiência de compra, os fabricantes e varejistas do setor moveleiro se veem diante de novos desafios e oportunidades. 

A capacidade de oferecer opções de customização amplas e flexíveis se tornou um diferencial competitivo crucial, impulsionando a adoção de tecnologias avançadas e novas estratégias de produção. 

Além disso, a customização de móveis atende às demandas dos consumidores e abre espaço para a criatividade e para a inovação por parte dos designers e fabricantes, permitindo a criação de peças verdadeiramente únicas e distintas.

Customização de móveis: descubra como a tendência pode impactar o setor moveleiro
A customização de móveis é considerada uma resposta inovadora às necessidades cada vez mais diversificadas e exigentes do mercado

Nesta matéria, que irá lhe apresentar o conceito de customização e os possíveis impactos para o setor moveleiro, você vai conferir:

  • O que é customização de móveis?
  • Como a customização de móveis tem se tornado uma demanda crescente?
  • Quais são as principais técnicas e tecnologias para a customização de móveis?
  • Quais são as vantagens para as empresas que investem na customização de móveis?
  • Quais são as previsões futuras para a customização de móveis?

O que é customização de móveis?

A customização de móveis consiste no processo de adaptar ou personalizar características específicas de um móvel de acordo com as preferências individuais do cliente. 

Isso pode envolver a escolha de materiais, cores, acabamentos, dimensões e até mesmo a incorporação de elementos de design exclusivos. 

Em linhas gerais, a customização permite que os consumidores participem ativamente do processo de criação de seus próprios móveis, garantindo que cada peça seja única e sob medida para atender às suas necessidades e estilo de vida.

Personalização: descubra como a tendência pode impactar o setor moveleiro
João Baroneza, diretor comercial da Phorma Design, aponta que o consumidor tem buscado ter um móvel com a “sua cara”

Personalização e exclusividade

João Baroneza, diretor comercial da Phorma Design, aponta que o consumidor tem buscado ter um móvel com a “sua cara” e, se possível, com exclusividade.

“Isso era impossível há alguns anos, mas, hoje, temos cada vez mais produtos com vários módulos no qual cada cliente o monta em casa conforme a sua necessidade”, explica.

No contexto do setor moveleiro, porém, a customização vai além de simplesmente oferecer uma variedade de opções de personalização. 

Isso porque o conceito envolve, também, a integração de sistemas e tecnologias que facilitam e agilizam o processo de customização, garantindo uma experiência fluida e satisfatória para os clientes. 

Desde ferramentas de design on-line até sistemas de produção flexíveis e eficientes, as empresas têm investido cada vez mais em soluções que tornam a customização de móveis acessível e atraente para um público mais amplo.

Customização de móveis: descubra como a tendência pode impactar o setor moveleiro
Os consumidores modernos não estão mais satisfeitos com opções genéricas e padronizadas, visto que desejam peças que reflitam sua personalidade e estilo de vida

Como a customização de móveis tem se tornado uma demanda crescente?

A crescente demanda por customização de móveis é impulsionada por uma variedade de fatores, incluindo a busca por exclusividade e a crescente valorização da individualidade na decoração de interiores. 

Os consumidores modernos não estão mais satisfeitos com opções genéricas e padronizadas, visto que desejam peças que reflitam sua personalidade e estilo de vida.

Ana Paula Patussi, arquiteta formada pela UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) e especialista em ergonomia pela mesma instituição, argumenta que a customização no design de móveis está, de fato, se tornando cada vez mais proeminente na indústria, oferecendo aos consumidores a oportunidade de definir várias características nas peças de acordo com suas preferências individuais.

“Além disso, a crescente demanda por espaços flexíveis e multifuncionais fez com que o design de móveis tivesse que se tornar cada vez mais diverso e adaptável às necessidades individuais de cada pessoa.”

Personalização: descubra como a tendência pode impactar o setor moveleiro
Ana Paula Patussi, arquiteta formada pela UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) e especialista em ergonomia pela mesma instituição, argumenta que a customização no design de móveis está, de fato, se tornando cada vez mais proeminente na indústria

Busca incessante por personalização

Nesse contexto, as mídias sociais também desempenham um papel significativo ao inspirar os consumidores a buscarem ambientes únicos e esteticamente atraentes, incentivando assim a demanda por móveis personalizados que se destaquem.

Segundo a consultora industrial Claudia Lens, adequar o produto ao espaço, combinar padrões com o design do ambiente e atender a uma necessidade especial são fatores que fazem com que os consumidores busquem cada vez mais por peças personalizadas. 

“Identidade e estilo de vida, além da funcionalidade, motivam a escolha e estabelecem atemporalidade à tendência.”

À medida que a conscientização sobre sustentabilidade e consumo consciente continua a crescer, a customização de móveis também é valorizada por sua capacidade de reduzir o desperdício e promover uma abordagem mais responsável para o consumo de bens duráveis. 

Permitindo que os consumidores escolham materiais sustentáveis, designs atemporais e peças multifuncionais, a customização, além de satisfazer as preferências individuais, contribui para a construção de um ambiente mais sustentável.

Customização de móveis: descubra como a tendência pode impactar o setor moveleiro
Segundo a consultora industrial Claudia Lens, adequar o produto ao espaço, combinar padrões com o design do ambiente e atender a uma necessidade especial são fatores essenciais para a personalização de móveis

Quais são as principais técnicas e tecnologias para a customização de móveis?

Uma ampla variedade de técnicas e tecnologias está sendo empregada no processo de customização de móveis, permitindo uma personalização precisa e eficiente. 

Lens indica que customização exige um bom planejamento projetual e um dos fatores fundamentais para que a customização funcione principalmente na produção em massa é a intercambiabilidade, tanto em processos quanto em peças. 

“O impacto pode ser positivo quando existe preparo e organização, combinando softwares, máquinas, equipamentos e capital humano treinado, permitindo a eficiência interna e mercadológica.”

Customização em larga escala

Na mesma linha, conforme destaca Patussi, o uso de tecnologia no design e fabricação de móveis permite que designers criem peças personalizadas, mesmo que produzidas em larga escala, até então impossíveis.

Entre as principais técnicas, destacam-se a impressão 3D, que possibilita a criação de peças complexas e personalizadas com precisão milimétrica, e a marcenaria artesanal, que oferece um toque de autenticidade e qualidade artesanal às peças customizadas.

Além disso, a RA (Realidade Aumentada) e a RV (Realidade Virtual) têm desempenhado um papel crucial ao permitir que os clientes visualizem virtualmente como seus móveis customizados ficarão em seu espaço antes mesmo de realizarem a compra.

Personalização: descubra como a tendência pode impactar o setor moveleiro
Uma ampla variedade de técnicas e tecnologias está sendo empregada no processo de customização de móveis

A tecnologia em todas as etapas do processo

Essas tecnologias imersivas não somente simplificam o processo de tomada de decisão, como também aumentam a confiança do cliente, garantindo que suas expectativas sejam atendidas.

“A tecnologia tem um papel fundamental no design de móveis, na atualidade tanto no desenvolvimento do projeto, na venda, quanto na fabricação, ela chegou em todo o processo, do chão de fábrica até a logística final, muitas vezes fazendo uso até mesmo de inteligência artificial e automação para aprimorar a eficiência nos resultados, reduzir custos e garantir qualidade nos processos e produtos”, aponta Ana Paula Patussi.

Quais são as vantagens para as empresas que investem na customização de móveis?

Para as empresas do setor moveleiro, investir na customização de móveis oferece uma série de vantagens estratégicas. 

Primeiramente, a customização permite que as empresas se destaquem em um mercado saturado, se diferenciando da concorrência e construindo uma reputação de inovação e excelência em design. 

“A oportunidade da customização de móveis é conseguir uma rentabilidade muito maior no produto, pois, quando todos produzem produtos iguais, o lucro ‘escorre pelo ralo’. A dificuldade, porém, sempre será na produção e, por isso, a linha de estofados está à frente no quesito customização de módulos, já que a produção é mais artesanal”, destaca Baroneza.

Customização de móveis: descubra como a tendência pode impactar o setor moveleiro
Ao oferecer opções de personalização, as empresas podem atender a uma variedade mais ampla de clientes

Atendimento a uma variedade de clientes

Além disso, ao oferecer opções de personalização, as empresas podem atender a uma variedade mais ampla de clientes, incluindo aqueles com preferências específicas ou requisitos de espaço exclusivos.

“A capacidade de atender às expectativas dos consumidores por móveis customizados e funcionais é a mola precursora da inovação, criando um ambiente de negócios dinâmico e cheio de oportunidades para empresas que entenderam esse desejo iminente dos consumidores com as suas demandas de personalização dos espaços”, explica a arquiteta e especialista em ergonomia.

Otimização da produção

Outra vantagem significativa é a capacidade de otimizar a produção e reduzir os custos operacionais por meio da adoção de tecnologias avançadas e processos eficientes. 

A customização de móveis pode ser integrada de forma inteligente à cadeia de suprimentos e às operações de fabricação, permitindo uma produção sob demanda e a minimização de estoques excessivos. 

Isso, além de aumentar a eficiência e a agilidade da empresa, reduz o desperdício e os custos associados ao armazenamento de inventário não vendido.

Nesse cenário, porém, é preciso considerar alguns desafios, conforme pontua Claudia Lens. “O maior desafio é alinhar a cultura da empresa, além da importância da preparação das pessoas e setores. Por outro lado, são muitas as oportunidades de otimização dentro da empresa e de agregar valor junto ao consumidor.”

Personalização: descubra como a tendência pode impactar o setor moveleiro
À medida que a personalização continua a ganhar popularidade e se torna uma expectativa padrão dos consumidores, espera-se que as empresas do setor se movam

Quais são as previsões futuras para a customização de móveis?

Conforme indica João Baroneza, a customização de móveis “veio para ficar” e se aplica a consumidores das mais diversas classes sociais.

À medida que a personalização continua a ganhar popularidade e se torna uma expectativa padrão dos consumidores, espera-se que as empresas do setor se movam em direção a uma integração ainda mais profunda de tecnologias avançadas, como inteligência artificial e aprendizado de máquina. 

Essas tecnologias, por sua vez, podem possibilitar uma personalização ainda mais precisa e automatizada, desde sugestões de design até a produção em larga escala de peças únicas e sob medida.

Mudança significativa na indústria

De acordo com Patussi, a personalização no design de móveis consiste em uma mudança significativa na indústria e, por isso, exige adaptações em toda a cadeia produtiva para atender às demandas dos consumidores por produtos únicos e customizados.

“As empresas que conseguirem inovar e se adaptar a essa tendência estarão bem posicionadas para prosperar em um mercado em constante evolução.”

Customização de móveis: descubra como a tendência pode impactar o setor moveleiro
Os consumidores estão cada vez mais conscientes do impacto ambiental de seus hábitos de consumo, o que pode impulsionar a demanda por móveis customizados

Customização de móveis e sustentabilidade

Além disso, é esperado que a customização de móveis evolua para além das fronteiras tradicionais, incorporando elementos de sustentabilidade, modularidade e até mesmo interatividade. 

Os consumidores estão cada vez mais conscientes do impacto ambiental de seus hábitos de consumo, o que pode impulsionar a demanda por móveis customizados feitos com materiais eco-friendly e projetados para durar. 

Da mesma forma, a crescente ênfase na flexibilidade e multifuncionalidade dos espaços pode levar a um aumento na demanda por móveis modulares e adaptáveis, que possam se ajustar às necessidades em constante mudança dos consumidores.

“Estar preparado para não perder ou para ganhar espaço é importante, salientar a necessidade da pesquisa e da aproximação do consumidor, criar empatia e investir no acompanhamento de tendências junto a mercados externos é fundamental para se preparar para estar um passo à frente”, finaliza Lens.

Veja também