Descubra os hábitos de compra dos ativistas empoderados, perfil que só cresce

Descubra os hábitos de compra dos ativistas empoderados, perfil que só cresce

Compartilhe nas redes!

Compartilhe nas redes!

Caminho para as compras: melhores maneiras de conquistar os ativistas empoderados Rótulos com informações fáceis de serem compreendidas e ênfase em recursos ecológicos e sustentáveis Produtos com preços competitivos Prêmios ou programas de fidelidade e descontos em marcas e produtos adquiridos regularmente Alinhamento da empresa e da marca com questões globais por meio de estratégias claras de sustentabilidade e bem-estar, além de ações filantrópicas Siga-nos nas redes sociais!

Depois de falarmos sobre os gastadores impulsivos, sobre aqueles em busca do minimalismo e também dos consumidores tradicionalistas em seus caminhos para as compras, chegou a vez de tentar entendermos o comportamento de outro perfil em ascensão: o dos ativistas empoderados. Duas palavras que se popularizaram nos últimos anos, sobretudo com as redes sociais, elas representam, mais do que os hábitos de compra dessa parcela da população, um estilo de vida. Com os consumidores ativistas empoderados, então, já representando 15% da população mundial.

São consumidores que priorizam a autenticidade e estão frequentemente preocupados com os problemas globais. Considerando com cuidado suas ações e comportamentos, inclusive de consumo, para assegurar que estão em linha com os seus valores e pensamentos. Dessa forma, 78% procuram ter um impacto positivo no meio ambiente por meio de seus hábitos cotidianos. Por isso mesmo, 67% deles realizam pesquisas extensivas sobre marcas, produtos e serviços antes de consumi-los.

hábitos de compra consumidores atividades plataforma setor moveleiro euromonitor international

Hábitos de compra dos ativistas empoderados

Os ativistas empoderados valorizam seu bem-estar pessoal, bem como questões globais. Muitas vezes buscando produtos com características ou reivindicações verdes e de sustentabilidade, seja ambiental, econômica ou social. Por pesquisarem antes de decidir por um produto ou serviço, estes devem ser claramente rotulados e com preços competitivos para chamar a atenção. Vale ressaltar, porém, que embora esses consumidores sejam movidos por uma boa relação custo-benefício e preços baixos, eles também mantêm uma alta fidelidade à marca e ao produto.

Além disso, eles geralmente se limitam a compras que foram testadas e comprovadas, estando geralmente dispostos a pagar mais por produtos que saibam que atenderão às suas expectativas. Expressando seus valores em pautas universais e muitas vezes esperando que as empresas e marcas das quais compram compartilhem desses ideais.

Os ativistas empoderados sempre priorizaram questões globais como política, direitos humanos e ambientais. No entanto, suas prioridades mudaram ligeiramente para questões mais locais e para bem-estar pessoal desde o acirramento das ondas de Coronavírus e as restrições sociais ao redor do mundo. 

Caminho para as compras: melhores maneiras de conquistar os ativistas empoderados Rótulos com informações fáceis de serem compreendidas e ênfase em recursos ecológicos e sustentáveis Produtos com preços competitivos Prêmios ou programas de fidelidade e descontos em marcas e produtos adquiridos regularmente Alinhamento da empresa e da marca com questões globais por meio de estratégias claras de sustentabilidade e bem-estar, além de ações filantrópicas Siga-nos nas redes sociais!

Você também pode gostar – Fartos do establishment, consumidores estão a cada dia mais inquietos e rebeldes

Consumidores com esse perfil investem, portanto, em experiências e tendem a gastar seu tempo e dinheiro em atividades que promovam sua própria felicidade. Isso pode se dar por meio de férias e experiências culturais, bem como ajudando necessitados por meio de trabalho voluntário, apoio de caridade e participação em protestos.

Eles também são capazes de balancear atividades do mundo real com o tempo gasto on-line. Sendo, então, um público com vocação às compras virtuais, inclusive de grandes marcas, desde que elas possam demonstrar inclinação para pautas de seus interesses, mas que entendem a necessidade de se consumir localmente e apoiar os pequenos negócios. Eles também usam a tecnologia como uma ferramenta para otimizar o dia a dia deles.

 Hábitos de compra dos ativistas empoderados Os ativistas empoderados valorizam seu bem-estar pessoal, bem como questões globais, muitas vezes buscando produtos com características ou reivindicações verdes e de sustentabilidade, seja ambiental, econômica ou social. Por pesquisarem antes de decidir por um produto ou serviço, estes devem ser claramente rotulados e com preços competitivos para chamar a atenção. Vale ressaltar, porém, que embora esses consumidores sejam movidos por uma boa relação custo-benefício e preços baixos, eles também mantêm uma alta fidelidade à marca e ao produto. Além disso, eles geralmente se limitam a compras que foram testadas e comprovadas, estando geralmente dispostos a pagar mais por produtos que saibam que atenderão às suas expectativas. Expressando seus valores em pautas universais e muitas vezes esperando que as empresas e marcas das quais compram compartilhem desses ideais. Os ativistas empoderados sempre priorizaram questões globais como política, direitos humanos e ambientais. No entanto, suas prioridades mudaram ligeiramente para questões mais locais e para bem-estar pessoal desde o acirramento das ondas de Coronavírus e as restrições sociais ao redor do mundo. Você também pode gostar - Fartos do establishment, consumidores estão a cada dia mais inquietos e rebeldes Consumidores com esse perfil investem, portanto, em experiências e tendem a gastar seu tempo e dinheiro em atividades que promovam sua própria felicidade. Isso pode se dar por meio de férias e experiências culturais, bem como ajudando necessitados por meio de trabalho voluntário, apoio de caridade e participação em protestos. Eles também são capazes de balancear atividades do mundo real com o tempo gasto on-line. Sendo, então, um público com vocação às compras virtuais, inclusive de grandes marcas, desde que elas possam demonstrar inclinação para pautas de seus interesses, mas que entendem a necessidade de se consumir localmente e apoiar os pequenos negócios. Eles também usam a tecnologia como uma ferramenta para otimizar o dia a dia deles.

Caminho para as compras: melhores maneiras de conquistar os ativistas empoderados

  • Rótulos com informações fáceis de serem compreendidas e ênfase em recursos ecológicos e sustentáveis
  • Produtos com preços competitivos
  • Prêmios ou programas de fidelidade e descontos em marcas e produtos adquiridos regularmente
  • Alinhamento da empresa e da marca com questões globais por meio de estratégias claras de sustentabilidade e bem-estar, além de ações filantrópicas

Siga-nos nas redes sociais!

Deixe Um Comentário

  • Categories: Feiras

    Ocorreu na tarde de ontem, 29 de junho, a 3ª edição do PAINEL SETOR MOVELEIRO. Após duas edições com grande […]

  • Categories: Varejo

    Enquanto os preços dos móveis vêm subindo no varejo, as vendas em volume de peças caíram 6,7% na relação do […]

  • Categories: Feiras
  • Categories: Demanda em Foco

    Tema bastante interessante, trazendo-nos diversos insights para nos ajudar a entender como crescer em um mercado cada vez mais árduo, […]

  • Categories: Marketing

Notícias em Destaque

  • Categories: Indústria, Notícias

    Abaixo do desejado desde dezembro de 2019, o nível dos estoques de produtos finais, que atingiu nível crítico no segundo […]

  • Categories: Indústria

    Na semana passada, nós falamos sobre as oportunidades para os móveis brasileiros nos Estados Unidos – clique para ler. Enquanto […]

  • Categories: Indústria

    A produção industrial no Brasil caiu 0,4% na passagem de agosto para setembro deste ano. Esta é a quarta queda […]

Assine
a nossa
Newsletter

    Opinião