Preloader

Hora do jogo: gamificação pode ser a chave para a diferenciação num mercado competitivo e em transformação

Hora do jogo -gamificação pode ser a chave para a diferenciação num mercado competitivo e em transformação - Plataforma Setor Moveleiro

Os games e a gamificação estão se tornando mainstream (ou seja, estão dominando tudo). As pessoas querem fugir do estresse de suas vidas cotidianas e as comunidades on-line servem como  plataformas  para socialização com quem compartilha interesses semelhantes. 

Nesse cenário, os games não têm atraído apenas os usuários mais fanáticos e as gerações mais jovens. Jogadores casuais, amadores e profissionais abrangem todas as idades. Alguns até transformaram essa forma de entretenimento em ocupação. Os e-sports criaram seguidores dedicados e atraem milhões de espectadores em todo o mundo. E o ponto de atenção para fabricantes e lojistas de móveis é: eles estão dispostos a abrirem os bolsos!

Os gamers estão investindo mais tempo e dinheiro para melhorar suas experiências. Os gastos com produtos e complementos virtuais continuam a crescer, e sua percepção de propriedade está se transformando. Os ativos físicos e digitais têm a mesma importância para os consumidores que estão na Hora do Jogo. 

E embora você já deve imaginar que, sim, nós vamos ressaltar a importância de olhar para o espaço físico em torno desses consumidores, desenvolvendo mobiliário e soluções que garantam conforto, ergonomia, praticidade e agregue tecnologia ao dia a dia desses usuários, que tendem a passar horas envolvidos com os games, tal tendência vai ainda mais longe quando falamos nas mudanças que tal movimento tem gerado no mercado. 

Gamificação no setor moveleiro

Dando sequência à série “Top 10 tendências globais de consumo 2023”, baseada em um levantamento da  Euromonitor International,  hoje mostramos a  importância que os gamers alcançaram, para que empresas e marcas possam assimilar como eles estão se comportando e gastando.  

Já pudemos perceber o quanto o público da atualidade está “tecnológico, mas humano” (leia aqui); “cauteloso” (clique aqui para ler), “conectado, mas consciente” (clique aqui) e “ecoeconômico” (aqui). Hoje, o foco está justamente nos consumidores-jogadores e como atraí-los!

A gamificação é uma técnica que tem sido utilizada por muitas empresas para engajar os consumidores e aumentar sua fidelidade. Ela envolve a aplicação de elementos de jogos em contextos não lúdicos. Estando sendo usada com sucesso em setores como educação, saúde, e até mesmo em empresas de tecnologia. Agora, a gamificação está ganhando espaço também no comércio, incluindo o setor de móveis, tanto em sua fabricação quanto na venda. 

Fabricantes e lojistas de móveis estão cada vez mais buscando novas formas de se destacar em um mercado cada vez mais competitivo, e a gamificação pode ser a chave para isso. Por exemplo, a Ikea, uma das maiores empresas de móveis do mundo, criou um aplicativo de realidade aumentada que permite aos usuários visualizar como os móveis ficariam em suas casas antes mesmo de comprá-los. A empresa também tem um programa de fidelidade que recompensa os clientes com descontos e outros benefícios, incentivando-os a fazer compras repetidas, parecido com o acúmulo de pontos por tricks especiais em jogos. 

Os varejistas de móveis também estão adotando a gamificação como uma forma de engajar os clientes e tornar a experiência de compra mais divertida. Uma tendência recente é o uso de jogos em realidade virtual para simular a experiência de escolher e comprar móveis. A Macy ‘s, por exemplo, criou um aplicativo que permite aos clientes criar um avatar e explorar uma loja virtual em busca de móveis. Aqueles que completam as missões do jogo ganham recompensas, como descontos e brindes. 

Top 10 tendências de consumo 2023

O estudo “Top 10 tendências de consumo 2023” destaca a gamificação como uma das principais tendências a serem observadas nos próximos anos. O relatório prevê que as empresas vão usar cada vez mais a gamificação para criar experiências de compra mais envolventes e personalizadas

A Euromonitor também enfatiza a importância de as empresas se concentrarem em recompensas significativas, que vão além de simples descontos. No entanto, a gamificação deve ser aplicada com cuidado, para evitar que pareça forçada ou inautêntica. Os consumidores são inteligentes e podem facilmente detectar uma tentativa desesperada de engajá-los. 

Por isso, as empresas precisam encontrar o equilíbrio certo entre diversão e funcionalidade. Em resumo, a gamificação pode ser uma ferramenta poderosa para os fabricantes e varejistas de móveis, ajudando a aumentar a fidelidade do cliente e criar experiências de compra mais envolventes. Com a crescente importância da tecnologia na indústria de móveis, espera-se que a gamificação se torne ainda mais popular nos próximos anos. As empresas que adotarem essa tendência agora terão uma vantagem competitiva significativa.

Panorama para a Hora do Jogo

A comunidade gamer está decolando. Eles foram um nicho e  agora são  uma oportunidade de mercado em massa. As empresas estão entrando na Hora do Jogo. Patrocínios, anúncios, compras dentro do jogo e inovações de produtos são os principais impulsionadores de receita até agora. E os investimentos em tecnologia não mostram sinais de que vão parar. 

As experiências de jogo estão ficando cada vez mais sofisticadas. As marcas precisam considerar a cultura holística dos games e como adaptar suas ofertas a esses consumidores. Você deve determinar como esse setor de entretenimento se encaixa em seu plano estratégico.

Veja também