Indústria de móveis vê leve avanço em fevereiro de 2022

Indústria de móveis vê leve avanço em fevereiro de 2022

Compartilhe nas redes!

Compartilhe nas redes!

Indústria de móveis – Se na semana passada trouxemos boas novas para o varejo de móveis e eletrodomésticos, agora é a vez de apresentarmos indicadores que ajudam a desenhar uma leve recuperação também na indústria moveleira. Segundo a ABIMÓVEL (Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário), a produção brasileira de móveis e colchões apresentou avanço de 2,7% em fevereiro sobre janeiro de 2022.

O resultado no segundo mês do ano diminui o recuo acumulado no início de 2022 em relação ao ano passado. Nesse cenário, o volume produzido no primeiro bimestre deste ano ficou 30,7% abaixo do montante de peças produzidas em igual período em 2021, quando a indústria moveleira ainda vivia uma demanda aquecida impulsionada pelo isolamento social. Em janeiro, o declínio era de 33%.

volume-producao-conjuntura-abimovel-indústria-de-móveis

Volume de peças produzidas em milhões

“Ao olharmos para o desempenho acumulado nos últimos 12 meses, porém — com o cessar progressivo das influências mais pontuais provindas dos efeitos da pandemia sobre a cadeia de consumo —, vemos um panorama mais estável, com um declínio de 8,9%”, aponta, ainda, a entidade.

Em faturamento, a receita da indústria de móveis alcançou o montante de R$ 5,1 bilhões no segundo mês do ano. Aumento de 1,9% sobre o mês anterior. Já no acumulado do primeiro bimestre, a queda em valores nominais foi menos intensa do que no volume produtivo, totalizando recuo de 20,5%.

Mercado interno x Mercado externo

O mercado doméstico continua sendo o principal foco da indústria moveleira nacional, com o consumo aparente de móveis e colchões no mercado brasileiro tendo sido de 25,5 milhões de peças em fevereiro deste ano. O número, aliás, representa aumento de 1,4% em relação ao mês anterior. Já a  participação dos produtos importados sobre o consumo interno nacional foi de 3,2% no mês.

As importações no setor, aliás, alcançaram o valor de US$ 15,9 milhões em fevereiro de 2022. Representando, assim, queda de 17,8% em relação ao mês anterior. Em março de 2022, as importações somaram US$ 15,8 milhões, mais uma queda, desta vez de 0,9% sobre fevereiro.

Já em relação às exportações brasileiras de móveis e colchões, porém, estas registraram faturamento de US$ 69 milhões em fevereiro de 2022. Ou seja, aumento de 11,6% em relação a janeiro. Em março de 2022, novo aumento, de 3,8% comparado com fevereiro, com as exportações no terceiro mês do ano atingindo US$ 71,6 milhões. 

O comércio exterior, aliás, tem sido cada vez mais foco de atenção da indústria nacional, que no ano passado exportou U$S 938,3 milhões em móveis prontos e colchões (o valor ultrapassa a marca de US$ 1 bilhão ao considerarmos partes e componentes para móveis) para 172 países, segundo a ABIMÓVEL.

Emprego na indústria de móveis

Neste panorama, o volume do emprego na indústria moveleira diminuiu em 0,3% no comparativo de fevereiro com janeiro de 2022. Com o primeiro bimestre fechando com queda de 6,5%. Contudo, nos últimos 12 meses é possível observar um crescimento de 3,6% no volume de ocupação no setor.

Questão que puxa um aumento no número de horas trabalhadas tanto na passagem do primeiro para o segundo mês do ano (+3,1%) como também no acumulado de 12 meses (+4,9%). A massa salarial também aumentou em fevereiro: +0,7%, na comparação mensal, atingindo R$ 1.375,31, mas ainda abaixo do praticado no ano passado.

Já o preço médio de produção de móveis foi de R$ 192,88 por peça em fevereiro de 2022. Queda de 0,75%, em relação ao mês anterior. No ano, houve alta de 16,9%.

Os dados são da “Conjuntura de Móveis”, relatório mensal produzido pelo IEMI – Inteligência de Mercado com exclusividade para a ABIMÓVEL – Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário. Veja um resumo dos principais indicadores:

resumo_conjuntura_abimovel

Deixe Um Comentário

  • Categories: Marketing

    Colchões Castor – Chegar aos 60 anos em boa forma não é uma missão simples. Exige jogo de cintura, muita […]

  • Categories: Indústria

    Indústria moveleira – Acompanhando as oscilações no mercado moveleiro nacional, impactado, entre outros motivos, pela instabilidade econômica e a retomada […]

  • Categories: Feiras

    Fornecedor na cadeia moveleira – Enquanto muitos consumidores direcionaram seus recursos para realizar melhorias em suas casas durante os últimos […]

  • Categories: Varejo

Notícias em Destaque

  • Categories: Indústria, Notícias

    Abaixo do desejado desde dezembro de 2019, o nível dos estoques de produtos finais, que atingiu nível crítico no segundo […]

  • Categories: Indústria

    Na semana passada, nós falamos sobre as oportunidades para os móveis brasileiros nos Estados Unidos – clique para ler. Enquanto […]

  • Categories: Indústria

    A produção industrial no Brasil caiu 0,4% na passagem de agosto para setembro deste ano. Esta é a quarta queda […]

Assine
a nossa
Newsletter

    Opinião