Marketing 4.0 na indústria moveleira: Abraçe o figital

Marketing 4.0 na indústria moveleira: Abraçe o figital

21 de janeiro de 2021Categories: MarketingTags:

Compartilhe nas redes!

Compartilhe nas redes!

Você sabe quem são seus consumidores? Onde eles estão? Quais são suas necessidades e desejos? De que maneira eles enxergam sua marca? E, muito importante, como você tem interagido com eles? Seja no B2B ou no B2C, relacionamento é palavra de ordem no marketing 4.0 – o mais recente estágio do mercado, unindo o que há de mais assertivo no marketing tradicional, com a versatilidade do universo e das ferramentas digitais. Expandindo, assim, não só seus canais de divulgação e oportunidades de negócios, mas também o potencial de proximidade com o seu público – tornando muito mais fácil a captação de novos leads e real fidelização destes.

Em tempos de crise, ficar parado pode ser um dos seus piores inimigos

Obviamente, ninguém está aqui te sugerindo a nadar contra a maré. Mas, sim, saber usar o vento a favor! “No meio de uma crise é quando mais temos de investir em marketing!”. A frase é de Miriam Mazo, doutora em marketing e comportamento do consumidor. Experiente na área, ela já adianta: “Eu sei, eu sei… muitos devem estar pensando ‘lá vem ela falar sobre gastar dinheiro de novo!’”.

A especialista garante, no entanto, que um bom planejamento de marketing está muito mais relacionado ao tempo e habilidade investido no processo – estando aberto a analisar sua marca de forma aprofundada e consolidada, bem como a pensar estrategicamente de fora para dentro -, do que investir fortunas em soluções tecnológicas ou esquemas predeterminados apenas focados em vendas e publicidade. Que, muitas vezes, não atendem ao modelo de negócio e, ainda, podem gerar gaps muito mais problemáticos e custosos.

Pensar nessa modalidade de marketing, portanto, é tentar se enxergar pela perspectiva do outro. Objetivando-se, assim, a oferecer produtos, serviços e campanhas cada vez mais pontuais e direcionadas ao seu público-alvo. Para isso, entendendo a jornada desse consumidor. Aliás, é exatamente isso que Miriam propõe em sua segunda participação no Webinar Setor Moveleiro, com o tema: “A indústria moveleira e o marketing 4.0”.

Mas, afinal, o que o marketing 4.0 traz de tão novo? 

Bem, o segredo dessas ferramentas não está necessariamente focado em fatores surpresas. E, sim, na conciliação entre o que já vem dando certo em diferentes etapas do processo e na adaptação de seus compostos mercadológicos.

Na era da economia digital, por exemplo, a Internet já está presente na maior parte dos processos de compra há um bom tempo. Mesmo com o varejo físico apresentando números muito superiores aos do comércio eletrônico até antes da pandemia, os sites de busca e as mídias sociais vêm sendo usadas como vitrine para uma boa parte dos consumidores há anos. Esses, que fazem toda sua pesquisa e comparação entre produtos por meio digital, antes de ir até uma loja física realizar sua compra.

E não é difícil entender o porquê desse comportamento. Enquanto na Internet estamos livres para navegarmos entre dezenas de lojas, marcas e opções de um mesmo produto, sem a pressão de um vendedor ou do tempo. Ao finalizar a compra no campo físico, temos a oportunidade de tocarmos e avaliarmos com mais riqueza de detalhes a um produto. Além de negociarmos formas e condições de pagamento de maneira mais humana e personalizada.

Marketing multicanal

Ao unir o melhor dos dois mundos, portanto, as compras figitais exemplificam muito bem os benefícios do marketing 4.0 para o setor moveleiro. Apontando de forma consolidada entre os meios físicos e digitais, quais os melhores canais e plataformas para a promoção da sua marca. Dessa maneira, saber se colocar de forma adequada no mercado – comunicando-se de forma linear com seus clientes e atendendo as necessidades de cada momento – é o desafio que você tem que aceitar a partir de agora.

Quer um exemplo? Nesse período em que o varejo físico (off-line) ainda se encontra restrito em uma parte do Brasil, o marketing 4.0 te ajuda a pensar em maneiras alternativas de humanizar a divulgação à distância (on-line). Explorando, então, detalhes ligados aos sentidos e trazendo opiniões de pessoas reais sobre determinado produto. Criando, assim, uma sensação de proximidade entre possíveis compradores e aquele item (a exemplo do que acontece nas negociações físicas).

Nesse sentido, estratégias como a de unboxing e review de produtos no Instagram e no Youtube vêm crescendo exponencialmente ao usar o engajamento de determinados influenciadores, profissionais e celebridades para promover um produto ou marca entre um grupo de possíveis compradores que se sentirá representado por aquela pessoa. Confiando em seu julgamento e muitas vezes realizando a compra por meio de um link direto com o canal desse influencer.

Webinar Setor Moveleiro

Claro, esses são apenas exemplos. E é para ajudar a expandir a sua mente e olhar para o marketing com a atenção que ele merece, que podemos mais uma vez contar com a expertise de Miriam Mazo. Confira o Webinar Setor Moveleiro “A indústria moveleira e o marketing 4.0” na íntegra logo abaixo.

https://youtu.be/xAqgIScifwE

Deixe Um Comentário

  • Categories: Marketing

    Colchões Castor – Chegar aos 60 anos em boa forma não é uma missão simples. Exige jogo de cintura, muita […]

  • Categories: Indústria

    Indústria moveleira – Acompanhando as oscilações no mercado moveleiro nacional, impactado, entre outros motivos, pela instabilidade econômica e a retomada […]

  • Categories: Feiras

    Fornecedor na cadeia moveleira – Enquanto muitos consumidores direcionaram seus recursos para realizar melhorias em suas casas durante os últimos […]

  • Categories: Varejo

Notícias em Destaque

  • Categories: Indústria, Notícias

    Abaixo do desejado desde dezembro de 2019, o nível dos estoques de produtos finais, que atingiu nível crítico no segundo […]

  • Categories: Indústria

    Na semana passada, nós falamos sobre as oportunidades para os móveis brasileiros nos Estados Unidos – clique para ler. Enquanto […]

  • Categories: Indústria

    A produção industrial no Brasil caiu 0,4% na passagem de agosto para setembro deste ano. Esta é a quarta queda […]

Assine
a nossa
Newsletter

    Opinião