Preloader

Marketing estratégico no setor moveleiro: Reposicionamento pós Covid-19

Estratégias de marketing para o setor moveleiro

Marketing Estratégico no setor moveleiro: Você sabia que, de acordo com uma pesquisa realizada pela Cushman & Wakefield, 74% das empresas no Brasil deverão adotar o home office de forma definitiva? “O novo normal não está no futuro. Ele já está acontecendo agora”. A frase – tão pontual – é de Miriam Mazo, coordenadora do curso de Bacharelado em Marketing da PUCPR (Pontifícia Universidade Católica do Paraná) e especialista na área de pesquisa de mercado e comportamento do consumidor.

Leia também: Experiência do consumidor: O que mudou na jornada de compra de móveis?

É ela, aliás, quem fala sobre “O marketing como ferramenta de superação no reposicionamento estratégico pós Covid-19”, em mais uma edição do Webinar Setor Moveleiro. Veja o vídeo na íntegra abaixo. De forma dinâmica e focada na cadeia moveleira, trazendo dados e levantando tendências no setor, Miriam nos convida a voltar ao básico para analisar e compreender o cenário. Assim, identificando em que ponto estamos, onde queremos ir e como faremos para chegar lá. Mas, claro, “sempre avançando, nunca retrocedendo”.

Isso porque, sempre que uma tendência é identificada, devemos realizar uma leitura minuciosa sobre ela, de modo a permitir uma correta análise e aplicação empresarial. Na primeira semana de quarentena, por exemplo, muita gente deve ter usado a mesa de refeição como um espaço multifuncional, e isso funcionou bem por semanas. Essa era a tendência. Mas, passado-se tantos meses, essas adaptações que antes pareciam simples, tornaram-se um
problema para essas mesmas pessoas, que passaram a enfrentar questões como privacidade e ergonomia.

Análise de tendências e cenários

Se o home office será uma dinâmica de trabalho definitiva para muitos profissionais, definitivas também deverão ser as tendências em arquitetura e no setor moveleiro, com o layout da casa e os itens dentro dela passando a incorporarem o espaço de trabalho no ambiente doméstico. Para muitos, reformas não são uma alternativa. Por isso mesmo, é essencial que a indústria moveleira, sobretudo, pense em respostas rápidas, simples e acessíveis para este problema. Aparecendo, dessa maneira, como um solucionador e, portanto, saindo à frente nesse momento de reposicionamento de mercado.

Mas, claro, isso é só um exemplo dos diversos desafios que estão por vir! Choque na lealdade do consumidor; aceleração digital; priorização do consumo seguro, local e saudável; maior sensibilidade ao preço. Muitas serão as mudanças no perfil do consumidor a partir de agora. E é para te ajudar a pensar em novas estratégias de marketing para o reposicionamento da sua marca e dos seus negócios frente a uma nova realidade, que Miriam Mazo preparou esse conteúdo especial para nosso setor. Confira o webinar:

 

 

 

Veja também