Materiais e tendências Milão 2021: supersalone de dentro para fora

Materiais e tendências Milão 2021: supersalone de dentro para fora

21 de setembro de 2021Categories: Design

Compartilhe nas redes!

Compartilhe nas redes!

interior-design-trends-cassina-soriana-afra-tobia-scarpa-ph-valentina-sommariva-1631913546

Tendências Milão 2021 – A pandemia trouxe uma série de mudanças para o mundo. Enquanto alguns setores, como o de eventos, tiveram suas atividades suspensas devido a necessidade de distanciamento social; outros, como o do mobiliário, da arquitetura e da construção civil nunca estiveram tão aquecidos.

À medida em que os consumidores passaram a ficar mais tempo em casa, mais eles começaram a reparar em questões que os incomodavam ou os limitavam em seus lares. Com as novas necessidades e interesses originados desse período, portanto, exigindo com que empresas e profissionais buscassem tanto por alternativas inovadoras quanto por reinvenções ou reinterpretações de velhos conhecidos que haviam caído em desuso em meio a vida agitada que tínhamos antes do isolamento, em que quase não parávamos em casa. Pontos confirmados na edição especial do Salone del Mobile.Milano em 2021, que volta a acontecer após 18 meses.

Se antes, as demandas geradas no período pandêmico poderiam ser observadas como pontuais. Agora, as maiores marcas e designers de móveis do mundo confirmam que muitas delas vieram mesmo para ficar (pelo menos por algum tempo). Concedendo-as o status de tendência e atestando que não há nada mais em alta no universo do design, do mobiliário e da decoração do que viver, ou melhor, morar bem!

Salone del Mobile.Milano 2021: novas e velhas tendências 

Bem, todo mundo sabe (e muitos sentem na pele), que a maior de todas as tendências seja mesmo a da adaptação da casa e do mobiliário para o trabalho remoto, o home office. Mas tão óbvia quanto essa tendência é também a saudade do happy hour com o pessoal do trabalho após o expediente. Dessa forma, não é de se espantar, portanto, que um antigo conhecido esteja retornando às casas no Brasil e no mundo. Estamos falando dos “móveis bares” e dos “bar carts”.

E, claro, após um ano e meio trabalhando, estudando e tentando fazer exercícios dentro de casa, espaços tech-free (livres de tecnologia) podem ser uma ótima maneira de encontrar conforto e relaxamento no ambiente doméstico, longe das telas, como um refúgio. Antes da pandemia, esses tipos de espaços não eram requisitados pelos moradores aos arquitetos. Atualmente, eles são quase que uma necessidade.

Este é um dos motivos, aliás, que colaboram para que uma tendência absoluta na arquitetura nos últimos anos pareça estar, finalmente, com os seus dias contados: o chamado open concept ou conceito aberto. As famílias estão procurando por muito mais complexidade e diversidade em seus espaços, algo que uma única sala com tudo exposto possivelmente não conseguiria alcançar. Ao mesmo tempo, há uma quebra das barreiras de conceituação dos cômodos por atividade, tornando cada espaço da casa mais flexível, multifuncional e reconfigurável, por meio de um layout fluído e móveis inteligentes. Nesse sentido, portas pocket e paredes retráteis podem ser ótimas soluções.

A circularidade, obviamente, continua importante, com varandas e quintais nunca tendo sido tão valorizados. Numa espécie de ode à natureza e ao ar livre inspirado pelo isolamento social. Sentimento que os designers acreditam ter poder de permanência. Os consumidores querem criar espaços que sejam mais práticos para recreação e diversão, funcionando como uma extensão da casa. Eles estão levando o que amam nos ambientes internos para espaços ao ar livre, expandindo sua área habitável e otimizando a propriedade.

A era da experiência: design tátil e de reconexão como parte das tendências Milão 2021

Tendências Milão 2021 – E quando falamos em superfícies e materiais para atender à criação de móveis para essas novas ou repaginadas tendências? Como era de se esperar, as peças apresentadas pelas marcas moveleiras em Milão neste ano também confirmaram as previsões dos formadores de opinião que apostaram num Salone de reinvenções, em vez de grandes novidades. Além disso, talvez a melhor forma de definir as tendências de decoração em 2021 seja o fato de que elas estão todas relacionadas à personalidade e à experiência em vez de conceitos e modismos.

Para falar sobre isso, inspirados num artigo da Milan Design Agenda, visando lançar um olhar de especialista e mostrar alternativas que se adequem de maneira sustentável e econômica às particularidades do mercado brasileiro, convidamos a Sayerlack — maior fabricante de tintas e vernizes para madeira da América Latina e com presença em mais de 90 países— para compartilhar seu know how na absorção de tendências, apontando opções de cores, tratamentos e padrões para a superfície de móveis que conversem com o observado em Milão.

AZUL NAVAL

Os tons de azul mais escuros e de pegada naval são tendências absolutas neste ano. Alguns especificadores até arriscam dizer que o Naval é o novo preto adequado para a criação de espaços elegantes e contemporâneos.

azul-sayerlack-tendencias-milão-2021

O azul permanece na paleta primavera/verão 2022 da Sayerlack, trazendo um tom intenso e elegante aos espaços

ELEMENTOS DA NATUREZA

Outra tendência é trazer a natureza para as nossas casas ao explorar matérias-primas naturais e orgânicas na concepção de móveis e de peças de decoração, trazendo-nos memórias afetivas da vida lá fora e do ar puro.

rovero-bianco-quartier-sayerlack-madeira-natural-tendencias-milão-2021

No design de mobiliário, a madeira é a matéria-prima que mais transmite a sensação de naturalidade ao ambiente. Para manter essa característica, a Sayerlack disponibiliza “vernizes base água” com acabamento naturalíssimo, justamente para preservar o toque e a aparência natural do material. A tecnologia “base água” é uma das mais modernas e largamente utilizadas na Europa pela durabilidade, resistência e apelo sustentável

DESIGN MODERNO SUSTENTÁVEL

Por falar na natureza, vivemos tempos sensíveis e de grandes transformações. As atuais tendências na fabricação de móveis e no design de interiores começam a determinar uma nova era no desenvolvimento de peças de design sustentável. Novas superfícies, materiais reaproveitados, produtos de baixo impacto para o meio ambiente e acabamentos que aumentam a durabilidade das peças indicam o futuro do setor.

sand-oak-sayerlack-madeira-natural-tendencias-milão-2021

Produzidas pela empresa italiana Alpi há mais de 50 anos e distribuídas pela Renner Sayerlack, as lâminas de madeira Alpi são fabricadas com madeira de reflorestamento, a Pioppo e Ayous, que são certificadas quanto à procedência e extraídas sob um rigoroso controle ambiental. Tudo com o objetivo de manter a saúde das florestas respeitando seu ciclo de renovação. Além disso, cada padrão é elaborado de forma artesanal. Os veios, as catedrais e as características da madeira natural são desenhados e transformam-se em padrões diferenciados e cobiçados pelos designers do mobiliário e de interiores em todo o mundo

INTERIORES CINZENTOS

Parece que já vimos isso antes, mas tudo indica que vivenciamos um retorno dos tons de cinza. Dessa vez num esquema mais neutro e descolado, apropriado para compor a conexão entre tecnologia, modernidade e elegância. Não à toa, o instituto Pantone® — maior referência mundial em cores — apontou um tom de cinza, o Ultimate Gray, e um splash de amarelo, o Illuminating Yellow, como as cores de 2021.

cinza-sayerlack-madeira-natural-tendencias-milão-2021

Os cinzas vêm ganhando notoriedade há alguns anos, sendo bem aplicados em projetos de interiores harmonizando com outros tons neutros e até mesmo os mais vibrantes. Uma oportunidade para as indústrias investirem em matizes diferenciados e investir mais na combinação de cores, devido o cinza ser uma cor mais fácil de ser absorvida e aceita pelos consumidores

ESTILO INDUSTRIAL

Mais um comeback dos grandes! O estilo industrial é uma tendência estética que se tornou popular no final dos anos 2000, com madeira envelhecida, concreto e luminárias metálicas. E ela parece estar de volta, unindo o melhor entre a pegada digital que vivemos com a necessidade de reconexão com texturas, cores e formas naturais.

industrial-interior-design-decoist-tendencias-milao-2021

Falamos sobre o cinza, e o estilo industrial traz essa proposta de cores combinadas com o cinza, preto e tons metalizados, além da madeira

METÁLICOS E PEROLIZADOS

Enquanto o estilo industrial traz a harmonia dos tons cinzas, a madeira e o metal na composição do mobiliário / ambiente. A pintura do metal das estruturas de estantes e armários em tons metálicos também é uma tendência confirmada.

metalicos-tendencias-milão-2021

A linha de lacas multiuso da Sayerlack é o diferencial para estes projetos já que o mesmo produto pode ser aplicado nas superfícies de madeira, metal e vidro. Acabamento impecável, uniforme e competitivo

NEUTROS

As cores neutras nunca sairão de moda. O aspecto mais importante deste tipo de espaço é a introdução de vários detalhes sutis, que darão um pouco mais de caráter ao ambiente. Ideal para criar interiores mais íntimos e acolhedores.

Neutralidade, natureza e sofisticação

MADEIRAS CLARAS

De inspiração escandinava, as madeiras claras são um material de tendência para interiores. As superfícies madeiradas são utilizadas do piso às paredes, passando pelo mobiliário. Lightwoods em cores cruas é um destaque para espaços polivalentes. Um toque de natureza com uma tendência de design tátil, que marcam 2021.

nordic-oak-sayerlack-madeira-natural-tendencias-milão-2021

Há alguns anos, as lâminas claras inspiradas no mobiliário e no design escandinavo foram inseridas no portfólio da Sayerlack para atender uma demanda que, embora pontual, se consolidou por sua versatilidade e atemporalidade. Os tons claros abrem o leque para uma infinidade de combinações de cores tanto no design de mobiliário quanto de interiores, circulando tanto por estilos mais clássicos quanto os mais ousados

SOBRE A SAYERLACK

A Sayerlack tem a agilidade para absorver, desenvolver e disponibilizar cores, acabamentos e efeitos especiais apontados nas tendências regionais e internacionais. Neste contexto é que a empresa busca fomentar o setor moveleiro apresentando inovações e demonstrando inúmeras possibilidades de diferenciação. Os clientes Sayerlack podem contar com um showroom que demonstra mais de 400 padrões de acabamento para que gerentes de produto e designers possam simular combinações e ainda realizar todos os testes no Laboratório de Simulação de Processos.

A marca conta, ainda, com uma biblioteca com mais de oito mil cores em seu Sistema Tintométrico Sayersystem: 700 cores de cartela e milhares mais, de desenvolvimentos ao longo dos anos, absorvendo novidades e necessidades específicas de seus clientes. As tendências de cores são importantes para o desenvolvimento do mobiliário, principalmente de novas coleções.  Em paralelo aos tons destacados no Salão de Milão, a Sayerlack continua acompanhando os destaques da Pantone®, mais recentemente na coleção Primavera/Verão 2022.

Siga-nos nas redes sociais!

 

Deixe Um Comentário

  • Categories: Feiras

    Ocorreu na tarde de ontem, 29 de junho, a 3ª edição do PAINEL SETOR MOVELEIRO. Após duas edições com grande […]

  • Categories: Varejo

    Enquanto os preços dos móveis vêm subindo no varejo, as vendas em volume de peças caíram 6,7% na relação do […]

  • Categories: Feiras
  • Categories: Demanda em Foco

    Tema bastante interessante, trazendo-nos diversos insights para nos ajudar a entender como crescer em um mercado cada vez mais árduo, […]

  • Categories: Marketing

Notícias em Destaque

  • Categories: Indústria, Notícias

    Abaixo do desejado desde dezembro de 2019, o nível dos estoques de produtos finais, que atingiu nível crítico no segundo […]

  • Categories: Indústria

    Na semana passada, nós falamos sobre as oportunidades para os móveis brasileiros nos Estados Unidos – clique para ler. Enquanto […]

  • Categories: Indústria

    A produção industrial no Brasil caiu 0,4% na passagem de agosto para setembro deste ano. Esta é a quarta queda […]

Assine
a nossa
Newsletter

    Opinião