Preloader

NRF 2023: Setor Moveleiro reúne insights e tendências do maior evento do varejo mundial

NRF 2023: Setor Moveleiro reúne insights e tendências do maior evento do varejo mundial

NRF 2023 – Um dos maiores eventos do varejo mundial, que além da exposição de grandes empresas, conta também com uma extensa programação de palestras e debates com alguns dos mais renomados especialistas do setor varejista e da área de tecnologia, a NRF Big Show, organizada pela Federação Nacional do Varejo dos Estados Unidos, ocorreu em janeiro na cidade de Nova York. Num cenário tão peculiar e de tantas transformações como o que estamos vivendo, a ocasião foi espaço perfeito para a ebulição de ideias e perspectivas para o presente e o futuro do setor.

E, como já diziam nos velhos tempos, “se Maomé não vai até a montanha, a montanha vem até Maomé”: a Plataforma Setor Moveleiro coletou os principais insights e tendências para o varejo levantados durarnte o evento, buscando entender de que forma esses pontos se aplicam ao setor de móveis no Brasil. 

E já adiantamos: a migração de atividades antes realizadas fora de casa para o ambiente doméstico, continua influenciando os caminhos do varejo, do consumo e do viver, mesmo após o fim do isolamento social. O que poderá — e deve — continuar sendo um propulsor para a venda de móveis e decoração.

Recessão econômica, tecnologia e o consumidor no centro

O fato é, muito do que estamos falando por aqui há tempos vêm de fato se concretizando no varejo de todo o planeta. Por isso, responder a essas mudanças e colocar os novos planos em ação é tarefa básica para aqueles que querem não mais sair na frente, mas fazer seus negócios sobreviverem de maneira sustentável e rentável num mundo que sai de uma pandemia à beira de uma recessão econômica e uma crise na cadeia de abastecimento / logística. 

Para se preparar para essa possível recessão, então, os varejistas já concentram seus esforços em melhorar as margens e a rentabilidade dos negócios em 2023. Tornando, assim, as operações mais econômicas, ao construir ativamente oportunidades emergentes de receita, como redes de mídia de varejo, comércio de revenda e a aplicação da economia circular. O que está, aliás, diretamente ligado à pauta da sustentabilidade, um dos principais temas da NRF neste ano. 

Evento que, embora sem dúvida coloque a tecnologia num papel de destaque, como aliada principal para uma grande revolução nas formas de comprar e vender, deixou claro que quem deve estar no centro de todas as ações a partir de agora é mesmo o consumidor. Ou seja, a tecnologia deve trabalhar a favor do ser humano!

Melhorar a experiência do cliente foi um tema recorrente durante toda NRF, com muitos varejistas e empresas de tecnologia discutindo como eles estão usando as novas ferramentas digitais para criar experiências de compras mais personalizadas, envolventes e convenientes. Guarde bem essas três palavras!

Primeiro conteúdo de uma pequena série sobre os principais temas discutidos na NRF 2023, a cultura “costumer-centric”, expressão amplamente repetida durante as palestras e debates no evento, é o assunto que dá início a essa jornada aqui na Plataforma Setor Moveleiro.

NRF 2023: o consumidor no centro

Com o avanço do comércio eletrônico e a crescente concorrência no varejo, lojistas estão procurando maneiras de se destacar e proporcionar uma experiência de compra sem interrupção e personalizada para seus clientes.

Um dos temas-chave discutidos foi a importância dos dados e da tecnologia na condução de iniciativas centradas no consumidor. Marcas como Amazon e Walmart destacaram como estão utilizando inteligência artificial e machine-learning para analisar dados de clientes e fornecer recomendações e ofertas personalizadas de produtos.

Como já falamos AQUI, com a inteligência artificial aplicada à gestão de redes de lojas, o software aprende com o comportamento do seu cliente. É o que é chamado de machine-learning. De acordo com o histórico de vendas, então, ele compreende estatisticamente a combinação de produtos mais frequente em suas lojas. Assim, no momento de futuras vendas, tanto no online como no offline, quando um novo cliente escolhe um produto, o sistema indicará um ranking de outros itens complementares.

De acordo com estudo realizado pela Applause, 91% dos consumidores estão mais propensos a comprar de empresas que lembram deles e são capazes de oferecer recomendações e ofertas relevantes.

Outro estudo que aborda as principais tendências do varejo, esse feito pelo Google, mostra que uma em cada três pessoas espera recomendações de produtos personalizados de acordo com o seu perfil de compra.                   

Varejo experimental, imersivo e interativo

Outra tendência discutida foi o aumento do varejo experimental, com marcas como Nike e Sephora mostrando como elas estão criando experiências imersivas e interativas na loja que envolvem os clientes e constroem fidelidade. Em nossas dicas para vender mais na Black Friday, nós reforçamos que o consumidor espera experiências mais imersivas para conhecer bem os produtos e decidir pela compra. Quem oferecer mais atrativos nesse sentido, utilizando a tecnologia como vantagem competitiva,  sairá na frente. 

Um ótimo exemplo é apostar no figital, seja arquitetando ações nas plataformas digitais que incentivem os consumidores a visitarem uma loja física ou possibilitando interações com o mundo virtual nos espaços físicos.

Marcas como IKEA e Wayfair demonstraram como estão utilizando a realidade aumentada e a realidade virtual para permitir aos clientes visualizar os móveis em suas casas antes de fazer uma compra.

Algo cada vez mais explorado no setor de móveis são os aplicativos de webrooming. Eles permitem com que os clientes tenham uma experiência o mais próxima e assertiva possível com a aplicação do móvel que deseja comprar no ambiente em que deseja mobiliar. Possibilitando avaliar a cor, material, textura e dimensões de maneira realística.

NRF 2023 destaca personalização de móveis

Muitas empresas também já estão oferecendo aos clientes a capacidade de personalizar e customizar seus móveis, em resposta à tendência dos consumidores que buscam produtos únicos e individualizados.

Por fim, gigantes como Target e Best Buy também enfatizaram o papel das estratégias de omnichannel no fornecimento de uma experiência de compra sem interrupção, independentemente de os clientes estarem fazendo compras on-line ou na loja. Eles compartilharam exemplos de como estão integrando suas ofertas virtuais e in-store para criar uma experiência de marca unificada.

Mas sobre isso falaremos com mais afinco nos próximos artigos da série NRF 2023.

Continue nos acompanhando!

Veja também