Preloader

Cresce a participação feminina no setor moveleiro

participacao-feminina-setor-moveleiro

[fusion_builder_container type=”flex” hundred_percent=”no” equal_height_columns=”no” menu_anchor=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=”” background_color=”” background_image=”” background_position=”center center” background_repeat=”no-repeat” fade=”no” background_parallax=”none” parallax_speed=”0.3″ video_mp4=”” video_webm=”” video_ogv=”” video_url=”” video_aspect_ratio=”16:9″ video_loop=”yes” video_mute=”yes” overlay_color=”” video_preview_image=”” border_color=”” border_style=”solid” padding_top=”” padding_bottom=”” padding_left=”” padding_right=””][fusion_builder_row][fusion_builder_column type=”1_1″ layout=”1_1″ background_position=”left top” background_color=”” border_color=”” border_style=”solid” border_position=”all” spacing=”yes” background_image=”” background_repeat=”no-repeat” padding_top=”” padding_right=”” padding_bottom=”” padding_left=”” margin_top=”0px” margin_bottom=”0px” class=”” id=”” animation_type=”” animation_speed=”0.3″ animation_direction=”left” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” center_content=”no” last=”true” min_height=”” hover_type=”none” link=”” border_sizes_top=”” border_sizes_bottom=”” border_sizes_left=”” border_sizes_right=”” first=”true”][fusion_text]

A diversidade é um dos principais pilares da agenda ESG (sigla, em inglês, que significa Meio Ambiente, Social e Governança). E ela demanda, em meio a outras ações, que as empresas tenham equilíbrio entre os cargos masculinos e femininos em diversos níveis nas organizações. Essa reportagem fala mais sobre a participação feminina no setor moveleiro

Patrícia Guimarães, presidente do SIMM
Patrícia Guimarães, presidente do SIMM

O assunto ganhou mais relevância no segmento porque, recentemente, o Sindicato da Indústria do Mobiliário de Mirassol (SIMM) elegeu a primeira mulher como presidente. Isso acontece depois de 30 anos de atuação. Quem assume o cargo para o triênio 2023-2026 é a empresária Patrícia Guimarães, da Patrimar Móveis, indústria de Jaci. 

Outro sindicato com troca de diretoria recente, com presença feminina, foi o Sindicato das Indústrias da Madeira e do Mobiliário de Linhares e Região Norte do Espírito Santo (Sindimol). Izabela Lombardi Nascimento, diretora da Móveis Panan, assumiu a diretoria de Comunicação e Conexões Institucionais. Ela é a primeira mulher a compor uma gestão da entidade.

Participação feminina no setor moveleiro em ascensão 

Izabela Lombardi Nascimento, diretora de Comunicação e Conexões Institucionais do Sindimol
Izabela Lombardi Nascimento, diretora de Comunicação e Conexões Institucionais do Sindimol

Na visão da presidente eleita do SIMM, a participação feminina no setor moveleiro vem aumentando a cada dia. Para ela, embora elas não estivessem presentes durante a fundação das empresas, hoje elas ocupam posições de liderança.

“Temos algumas colegas à frente de indústrias moveleiras. Elas são filhas, netas ou esposas, que com muita garra, conseguiram um lugar de destaque nas empresas”, declara.

À frente do  SIMM, Patrícia representa o setor moveleiro da região noroeste do estado de São Paulo, composto por 15 municípios, entre eles, Bady Bassit, Bálsamo, Catanduva, Cedral, Guapiaçu, Ibirá, Jaci, Mirassol, Mirassolândia, Neves Paulista, Nova Granada, Olímpia, Potirendaba, São José do Rio Preto e Uchoa. O polo de Mirassol representa 54% das empresas e emprega cerca de sete mil trabalhadores. 

Assumir o sindicato, destaca, é uma missão extremamente relevante e desafiadora.  “É um desafio para mim e será uma grande oportunidade de crescimento também. Pretendo dar continuidade ao trabalho já prestado pelas gestões anteriores e, claro, buscar entender a necessidade e o que esperam da minha gestão para que juntos possamos focar em mais ações esperadas pelos nossos associados”, afirma.

Ela destaca, ainda, que incorporar mulheres à liderança sindical proporciona diversidade de pensamento. “O que pode levar a soluções mais criativas e abrangentes para as questões das entidades”, sugere.

Presença (e força) feminina no Sul

A empresária Maristela Cusin Longhi
A empresária Maristela Cusin Longhi

A empresária Maristela Cusin Longhi começou a sua história no setor moveleiro quando abriu, junto com o marido Euclides Longhi, uma empresa de representações que vendia matérias-primas para a indústria moveleira em 1980

Para ela, no entanto, apesar de as mulheres representarem quase metade da força de trabalho, ainda há poucas representantes em cargos de liderança no setor moveleiro. Mas, essa característica de um setor predominantemente masculino vem mudando ao longo do tempo, pondera.

“Creio que teremos uma grande evolução ao longo dos próximos anos, com mais mulheres integrando a alta direção de empresas moveleiras, assim como, em outros setores. Torço muito para que isto aconteça, mas as mulheres também precisam buscar o seu espaço”, comenta. 

Ainda segundo Maristela, o estímulo e a valorização das mulheres começa dentro de casa. Isso é um dos grandes diferenciais para as mulheres que aceitam grandes desafios e seguem em frente, avalia. 

“Segundo tendências globais, as mulheres serão líderes neste milênio, pois estão se preparando melhor para o mercado de trabalho, são mais dedicadas e estudiosas, haja visto o maior percentual de mulheres em cursos de especialização”, acredita.

Maristela também fundou, junto com o irmão, Ivo Cusin, a Multimoveis. Hoje o grupo atende a todo o mercado brasileiro, em lojas especializadas, multimarcas,  grandes players e marketplaces, além de mais de 40 países.

Ela foi também diretora do Sindmóveis de Bento Gonçalves; presidente da Fimma Brasil e da Movergs (Associação das Indústrias de Móveis do estado do Rio Grande do Sul); além de vice-presidente da Câmara da Indústria, comércio e turismo do Mercosul e outros cargos até assumir a presidência da Abimóvel, em 2019.

[/fusion_text][/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]

Veja também