Preloader

Pesquisa Industrial Mensal e decisão do Copom impactam setor de móveis

Pesquisa Industrial Mensal e decisão do Copom impactam setor de móveis

Os dados da Pesquisa Industrial Mensal (PIM) de setembro de 2023 para o setor de móveis apresentam uma dinâmica mista, refletindo as condições econômicas do período. No geral, a produção industrial nacional aumentou 0,1% em setembro de 2023 em comparação com agosto, com alta de 0,6% em relação a setembro de 2022. No entanto, o acumulado no ano revelou uma variação negativa de -0,2% e o acumulado em 12 meses apresentou variação nula (0,0%). O IBGE divulgou os dados em 1º de novembro, que se referem ao mês de setembro.

O setor de bens de consumo duráveis (-4,3%), onde figuram os móveis, assinalou a queda mais intensa neste mês e eliminou parte do avanço de 7,9% registrado em agosto. No entanto, no acumulado do ano (3,2%) mostraram o crescimento mais acentuado, impulsionado pela produção de eletrodomésticos, automóveis e motocicletas.

Entre os principais destaques: a indústria extrativa teve um desempenho notável, crescendo 5,6% após um declínio no período julho-agosto de 2023.

Pesquisa Industrial Mensal Setembro

Setor de móveis (-7,7%) pressiona queda de duráveis na comparação com setembro de 2022

Em comparação com o mesmo mês do ano anterior, o segmento de bens de consumo duráveis registrou uma queda de 3,0% em setembro de 2023, após um aumento de 2,8% em agosto, que interrompeu dois meses consecutivos de resultados negativos nessa comparação.

Nesse mês, o setor de bens de consumo duráveis foi notavelmente influenciado pela redução na fabricação de eletrodomésticos da “linha marrom” (-18,4%). Além disso, é importante destacar os declínios observados nos grupos de outros eletrodomésticos (-8,8%) e, o que é particularmente relevante para o setor moveleiro, de móveis (-7,7%). Enquanto isso, os impactos positivos vieram dos setores de automóveis (3,2%), eletrodomésticos da “linha branca” (10,5%), e motocicletas (1,2%).

Vale ressaltar que os resultados apresentados pelo grupo de insumos típicos para a construção civil (-3,7%), que também tem grande importância para o setor moveleiro, marcaram o 25º declínio consecutivo nessa mesma comparação em setembro de 2023 em relação ao mesmo período do ano anterior.

Setor de Móveis

Esse cenário mostra que o setor moveleiro enfrenta desafios, com oscilações na produção e variações no desempenho dos diferentes segmentos da indústria. O setor de bens de consumo duráveis enfrentou uma queda significativa. É importante que as empresas do setor estejam atentas a essas tendências e busquem estratégias para se adaptar às mudanças no mercado.

Indústria de Móveis

Leia a análise da Pesquisa Industrial Mensal de agosto, clicando abaixo:

Decisões do Copom impactam a indústria moveleira

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central também reuniu-se neste 1º de novembro e decidiu pela redução da Selic em 0,5 ponto percentual. A taxa de 12,75% ao ano agora passou a ser 12,25% ao ano.

Este representa o terceiro corte consecutivo na taxa básica de juros, que começou a diminuir em agosto deste ano. Importante ressaltar que a decisão de hoje foi unânime, com todos os membros do Copom votando a favor da redução.

Apenas mais uma reunião do Copom está agendada para este ano, nos dias 12 e 13 de dezembro. Portanto, se a previsão de redução se confirmar, a Selic deve encerrar 2023 em torno de 11,75% ao ano. 

À medida que as taxas de juros caem, as condições se tornam mais favoráveis para a aquisição de móveis, incentivando o consumo. A Pesquisa Industrial Mensal, juntamente com os movimentos da taxa Selic, oferece um panorama abrangente das condições do setor e das perspectivas para os móveis. Dessa forma, refletem não apenas dados estatísticos, mas também as dinâmicas econômicas e de consumo que afetam diretamente a produção e a demanda por móveis duráveis no país.

 

[/fusion_text][/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]

Veja também