Preloader

Realidade virtual e realidade aumentada como aliadas na decisão de compra

Realidade virtual e aumentada como aliadas na decisão de compra

[fusion_builder_container type=”flex” hundred_percent=”no” equal_height_columns=”no” menu_anchor=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=”” background_color=”” background_image=”” background_position=”center center” background_repeat=”no-repeat” fade=”no” background_parallax=”none” parallax_speed=”0.3″ video_mp4=”” video_webm=”” video_ogv=”” video_url=”” video_aspect_ratio=”16:9″ video_loop=”yes” video_mute=”yes” overlay_color=”” video_preview_image=”” border_color=”” border_style=”solid” padding_top=”” padding_bottom=”” padding_left=”” padding_right=””][fusion_builder_row][fusion_builder_column type=”1_1″ layout=”1_1″ background_position=”left top” background_color=”” border_color=”” border_style=”solid” border_position=”all” spacing=”yes” background_image=”” background_repeat=”no-repeat” padding_top=”” padding_right=”” padding_bottom=”” padding_left=”” margin_top=”0px” margin_bottom=”0px” class=”” id=”” animation_type=”” animation_speed=”0.3″ animation_direction=”left” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” center_content=”no” last=”true” min_height=”” hover_type=”none” link=”” border_sizes_top=”” border_sizes_bottom=”” border_sizes_left=”” border_sizes_right=”” first=”true”][fusion_text]

A compra de um móvel, na maior parte das vezes, é uma decisão importante, já que o produto tem valor agregado relevante e a ideia é que o item permaneça na casa do consumidor por bastante tempo. Para evitar erros e dar mais segurança a esse momento, uma alternativa é usar realidade virtual e realidade aumentada

Com essas tecnologias, que permitem que as pessoas vejam como vai ficar o ambiente com a compra do novo móvel ou visualizem um novo projeto antes que ele fique totalmente pronto, a indústria moveleira agrega valor aos seus produtos.

Para a consultora industrial Claudia Lens, trabalhar ambientes virtuais, usar da inteligência artificial e toda tecnologia embarcada que esse universo fornece tem se tornado parte do processo. 

Consultora industrial, Claudia Lens
Consultora industrial, Claudia Lens. Foto: Divulgação

“É uma tendência, estamos falando de mudança e não de moda”, avisa. “Com um mercado cada vez mais acirrado, não se atentar e não se adequar ao novo pode ser um risco à competitividade. Não temos mais espaço para preconceitos sobre a digitalização”, completa.

Entre as principais vantagens dessa utilização, Claudia aponta a qualidade da experiência do consumidor. “Em um universo de compras automatizadas e frias, com respostas robotizadas, a realidade virtual/aumentada pode gerar um pouco mais de interação, passando segurança na hora de decidir pelo produto, fatores que constroem um relacionamento com a marca e fortalecem a fidelidade do cliente”, comenta.

Leia mais:

Explicando realidade virtual e realidade aumentada

Os nomes, com certeza não são estranhos, mas de que se trata cada uma delas? A realidade virtual consiste no uso de aparelhos especiais como óculos e/ou capacetes – ou seja, equipamentos que precisam ser “vestidos” (os wearables). Esses aparelhos possuem telas que permitem que a pessoa tenha a impressão de estar em um ambiente diferente, um ambiente virtual.

Já a realidade aumentada, insere elementos virtuais – que podem ser os itens que o consumidor deseja adquirir – ao mundo real – que pode ser a sua sala de estar. Isso pode ser feito com o uso de um smartphone com câmera. 

Com a possibilidade de aplicação nos mais variados setores e indústrias, incluindo saúde e educação – empresas como a Buy Actions projetam a movimentação de US$124,4 bilhões neste ano no mercado de realidade virtual e realidade aumentada. 

Tecnologia garante assertividade nos projetos de ambientes

A diretora de Marketing da Promob, empresa que desenvolve soluções de software para o setor moveleiro, Jaqueline Maraschin, reforça a importância da realidade virtual e da realidade aumentada. De acordo com ela, as ferramentas permitem também que o consumidor tenha uma visualização fiel do projeto dos ambientes antes que eles estejam totalmente prontos. 

“Isso é extremamente positivo para o setor moveleiro como um todo, pois permite essa imersão nos projetos. A tecnologia é uma aliada da sociedade, assim como para o setor moveleiro, e é com certeza um importante agente de evolução dos negócios”, explica.

E permite experimentar móveis

Algumas indústrias de móveis já permitem que o consumidor “experimente” os móveis em seu ambiente antes de fazer a compra. A Kappesberg, que vende colchões, móveis para cozinha, dormitórios, salas de estar e jantar, tem um vídeo em seu site informando sobre a funcionalidade

Com o acesso ao site por meio do smartphone, o cliente vai conseguir ver, por exemplo, se o roupeiro que mais gostou vai ficar bem em seu ambiente. A funcionalidade foi implantada há cerca de três anos com o objetivo de melhorar a experiência do consumidor. “A realidade aumentada nos possibilita enriquecer uma experiência real com algo virtual”, pontua a gerente de Marketing da empresa, Vivian Rockenbach.

Para o head de Tecnologia da Móveis Província, Rafael Hegueduch, a ferramenta permite que as pessoas estabeleçam uma conexão real com o produto. “Nós entendemos que a casa é uma extensão da personalidade das pessoas. É para este ambiente que voltamos depois dos desafios do dia a dia e precisamos que ele seja harmonioso e adequado às nossas necessidades”, reforça.

A realidade aumentada, comenta, possibilita experimentar uma variedade grande de modelos em poucos cliques, o que seria impossível no mundo real (veja o vídeo ao final da matéria). Além de favorecer a escolha do cliente, o uso da realidade aumentada também gera economia e eficiência logística para a cadeia. “Quando um consumidor não se adapta a um móvel e solicita uma devolução, acaba gerando custos operacionais indesejados”, finaliza.

[/fusion_text][/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]

Veja também