Preloader

Relações Públicas como arma estratégica para a reputação e integração entre marcas e consumidores

Relações Públicas como arma estratégica para a reputação e integração entre marcas e consumidores - Plataforma Setor Moveleiro

A gente falou na semana passada sobre como as atuais tendências de relações públicas, comunicação e cenários da economia criativa estão moldando a relação de confiança entre marcas e consumidores. Mas, afinal, o que é, qual a importância e como pode se aplicar a área de relações públicas nas empresas moveleiras?

Em poucas palavras, os profissionais de relações públicas são responsáveis por enviar as mensagens adequadas para os lugares certos e as pessoas certas, na hora certa, a fim de construir a reputação da sua marca. Sendo essencial nas estratégias de marketing das organizações, especialmente no mundo veloz, digitalizado e de consumidores exigentes que vivemos atualmente.

 

E o que deverá ditar, então, as ações de Relações Públicas em 2023?

A pergunta é respondida no Guia Oficial 2023, idealizado pela Oficina Consultoria, especializada em reputação e gestão de relacionamento para empresas, que inspira esta série aqui na Plataforma Setor Moveleiro. Se você não leu o primeiro conteúdo da série, CONFIRA AQUI.

O mundo de Relações Públicas (também conhecido como RP ou PR) é constantemente desafiado por novas tecnologias, pelo surgimento de novas plataformas sociais e pela forma como usamos essas ferramentas. 

Entre as principais apostas para este ano, acredita-se que o ambiente de PR vai ser invadido pela Inteligência Artificial. Isso, especialmente por demanda baseada em dados. Tendo, então, que se reinventar para enfrentar um mundo sem cookies e outros tipo de pacote de dados por arquivamento. 

Ambiente que deverá ser também impregnado por movimentos por justiça social e ambiental, na esteira do pós-pandemia e de desastres climáticos, que impuseram novos acordos políticos, bem como novos modelos de trabalhar, de se relacionar e da definição do que é importante para o consumidor.

Dessa maneira, torna-se cada vez mais essencial que as empresas desenvolvam habilidades e alfabetização digital, consultoria e desenvolvimento estratégico, gestão da reputação com as partes interessadas e comunicação de crise.

As grandes tendências em Relações Públicas

Para facilitar a construção dessa estratégia de reputação e integração com os consumidores, os especialistas da Oficina Consultoria pontuaram as principais tendências para serem não só acompanhadas, mas aplicadas pelas marcas em 2023, sobretudo no digital. Reforçando, inclusive, muito do que já vínhamos alertando durante todo o ano de 2022. São elas:

1- Dispositivos móveis com comércio social

As marcas devem olhar para além das compras on-line e aproveitar oportunidades de crescimento de compras sociais. É o “mobile-first strategy” e o “live-stream purchasing”. Ou seja, as compras ao vivo, como no TikTok e Reels. 

A proliferação do comércio social impulsiona o “clique para comprar” nas plataformas de mídias sociais e beneficiam os negócios que saberem usar a tecnologia de forma eficiente. 

2- Cocriação do criador

A colaboração com os criadores de conteúdo de nicho — mesmo os microinfluenciadores digitais, por exemplo — será mais importante do que trabalhar com macroinfluenciadores. Alcançando, assim, um engajamento mais centralizado e campanhas mais genuínas. 

3- Customizações e conexões

As marcas devem formar bancos de dados próprios e começar a se preparar para o futuro sem cookies. Para ter conexões verdadeiras com os públicos, portanto, deverão abordar questões que sejam relevantes para eles. É o marketing personalizado.

4- Ênfase na igualdade e aceitação

Diversidade e inclusão são pautas obrigatórias na agenda e devem refletir valores das marcas. Empresas devem ser proativas e serem membros das comunidades onde atuam. Levando, então, mensagens de consciência social em campanhas conectadas com causas que façam sentido para o público cujo qual buscam atingir. O ESG é mais uma vez muito importante nessa direção. 

5- Métricas e dados

Este é sem dúvida um dos pontos de maior atenção para qualquer tipo de negócio. Vivemos um período de valorização de dados concretos, menos focados em alcance, ou seja, simplesment números por números, e mais fundados em discussões honestas com clientes e parceiros.

6- Metaverso

Sim, o consumidor ainda vem testando sua confiança no metaveso. Pesquisas ainda mostram que a maioria dos adultos on-line (65% nos EUA, 73% no Reino Unido, 67% na França e 65% na Alemanha), ainda preferem ter experiências sociais físicas. Mas um número cada vez maior de consumidores vêm, em contrapartida, demonstrando curiosidade pelo metaverso. 

Com isso, em 2023, marcas inteligentes buscarão a reimaginação de experiências híbridas ou figitais para buscar novas fontes de receita, insights e engajamento com os clientes e potenciais clientes.

7- Inteligência Artificial

Este deverá ser o grande buzz disruptor do mercado criativo com impacto em todas as áreas de negócios neste ano. Todos terão que entender em profundidade a IA e as aplicações em cada ação das Relações Públicas.

8- Análise de medição

Nova mensuração da comunicação, a tendência é de abandonar o uso da métrica de Equivalente de Valor de Publicidade (AVE) e passar a adotar os Princípios de Barcelona como medida de avaliação de campanhas. Trata-se da lógica de medir impactos, não espaços, e a qualidade das menções.

Agora que você já conheceu as principais tendência para a área de PR em 2023, que tal entender melhor como aplicá-las nas redes sociais? Sim, a gente entende que esta é uma das maiores preocupações atuais de qualquer marca. Nós continuamos, então, com o assunto no nosso próximo artigo da série. Continue nos acompanhando!

 

Veja também