Sucessão familiar na indústria moveleira: Novos contextos, novas oportunidades

Sucessão familiar na indústria moveleira: Novos contextos, novas oportunidades

21 de janeiro de 2021Categories: OpiniãoTags: ,

Compartilhe nas redes!

Compartilhe nas redes!

Sucessao familiar mercado moveleiro

Estima-se que quase 90% das empresas brasileiras sejam de raiz familiar. Número que expressa muito bem a realidade do setor moveleiro no país. Isso, por si só, já indica algumas potenciais forças para a continuidade dos negócios na área. Que se destaca pela capacidade de desenvolver relacionamentos de longo prazo, além de valores e princípios mais perenes. O que inclui um compromisso muito saudável com o seu entorno – comunidade, clientes, funcionários, parceiros, meio ambiente. Trazendo não só impactos econômicos e sociais, como também características tanto do ponto de vista pragmático quanto emocional que envolvem muito mais do que uma cadeia de negócios. Com a sucessão familiar oferecendo, assim, riscos e oportunidades bastante peculiares neste setor.

Sucessão familiar: Um processo sensível

Bem, se você está lendo este artigo e é um gestor no setor moveleiro, provavelmente já tenha passado, esteja passando ou vai passar por esse processo. Portanto, já deve estar familiarizado com os desafios da sucessão familiar. Afinal, a união entre família e negócios pode ser sensível em diversos pontos. Muitos dos quais fogem da lógica racional do universo corporativo.

Passando o poder e a governança entre gerações, os ideais empresariais se modificam e, por vezes, são até descontinuados – seja por falta de preparo dos sucessores ou mudanças de contexto interno e externo, que não são considerados no processo. Gerando, muitas vezes, um mal-estar estrutural que pode ser muito prejudicial à saúde dos negócios, disseminando-se entre os colaboradores.

Por outro lado, no entanto, um plano sucessório bem organizado e contextualizado pode trazer uma série de benefícios. Aproximando familiares – especialmente os mais jovens – à medida que percebem espaço para aplicarem novas ideias e empreenderem na diversificação dos processos, recursos e rotinas organizacionais, a fim de somarem e crescerem de maneira unificada. Criando, então, um universo de novas possibilidades alinhadas com o atual cenário. Mas sem abrir mão, claro, das origens e do que já vem dando certo.

E é sobre esses novos contextos e oportunidades que falaremos em nosso primeiro conteúdo da série “Sucessão familiar na indústria moveleira”.

Os impactos do cenário atual nos processos de sucessão familiar

Sim, é importantíssimo debatermos sobre os diferentes modelos e planos sucessórios: como eles se desenvolvem; quem deve participar dos processos de governança; quando eles devem ser colocados em prática; etc. Mas nada disso importa se não contextualizarmos o momento e investigarmos o terreno em que estamos pisando. O atual cenário tem acelerado o que já vinha sendo compreendido como tendência quanto à forma de condução dos negócios. Envolvendo, assim, desde o relacionamento com o mercado aos modelos de liderança e gestão.

A presença maciça da tecnologia, por exemplo, tem aproximado pessoas e marcas. Por sua vez, este consumidor está cada vez mais consciente dos impactos das cadeias produtivas ligadas aos produtos e serviços que consome. Dessa forma, vêm cobrando um compromisso socioambiental e de propósito das empresas, incluindo um posicionamento de suas lideranças e colaboradores. O que, por sua vez, tem demandado maior descentralização para se recriar o sentido e a participação das pessoas na busca por alternativas de produção mais adequadas, bem como soluções para um futuro melhor.

Isso quer dizer que, no contexto da sucessão familiar, a preparação deve ser feita para a convivência e adaptação a este novo momento do mundo, onde a inovação se dará em todos os processos, inclusive no sucessório. “Quando olho para o setor moveleiro, as demandas de exportação e sua capacidade de expandir-se para novos modelos de negócios. Isso, sem contar as evidências a respeito da responsabilidade ambiental, social e a governança das empresas. Vejo a sucessão familiar como uma oportunidade para uma maior integração dos jovens nos negócios da família na busca pela construção de modelos cada vez mais assertivos e preparados para encarar o futuro”, compartilha Léia Wessling, sócia-diretora da Light Source e coordenadora do IBCC/SC, especialista em sucessão familiar.

Um novo mindset no setor moveleiro

De fato, tudo aponta para fortes indicadores de que à medida que a sucessão familiar vai se desenvolvendo dentro dessas indústrias, crescem também as possibilidades de captação de novos leads e recursos (gerenciais e produtivos). “É preciso investir no desenvolvimento deste novo mindset da liderança para a continuidade das empresas familiares. E a chave está num processo sucessório bem definido!”, finaliza Léia.

A especialista é palestrante em mais um Webinar Setor Moveleiro. Nesta edição, o assunto é a “Sucessão familiar no contexto moveleiro”. O debate foi ainda enriquecido com a participação de gestores da cadeia moveleira que vivenciaram a sucessão familiar na prática e hoje combinam suas visões com os objetivos da empresa, construindo um presente cada vez mais sólido, mas sempre com olho no futuro. São eles: Adriana Stahelin – Diretora Presidente da Estofados Jardim; Graça Berneck Gnoatto – Diretora Comercial e de Marketing da Berneck; e Volnei Benini – Fundador da BRV Móveis.

Confira a seguir o Webinar “Sucessão familiar no contexto moveleiro”

 

 

 

 

Na próxima semana continuamos nossa jornada pelos processos sucessórios em empresas de gestão familiar aqui na Plataforma de Negócios Setor Moveleiro. Não perca!

 

Deixe Um Comentário

  • Categories: Marketing

    Colchões Castor – Chegar aos 60 anos em boa forma não é uma missão simples. Exige jogo de cintura, muita […]

  • Categories: Indústria

    Indústria moveleira – Acompanhando as oscilações no mercado moveleiro nacional, impactado, entre outros motivos, pela instabilidade econômica e a retomada […]

  • Categories: Feiras

    Fornecedor na cadeia moveleira – Enquanto muitos consumidores direcionaram seus recursos para realizar melhorias em suas casas durante os últimos […]

  • Categories: Varejo

Notícias em Destaque

  • Categories: Indústria, Notícias

    Abaixo do desejado desde dezembro de 2019, o nível dos estoques de produtos finais, que atingiu nível crítico no segundo […]

  • Categories: Indústria

    Na semana passada, nós falamos sobre as oportunidades para os móveis brasileiros nos Estados Unidos – clique para ler. Enquanto […]

  • Categories: Indústria

    A produção industrial no Brasil caiu 0,4% na passagem de agosto para setembro deste ano. Esta é a quarta queda […]

Assine
a nossa
Newsletter

    Opinião