Vendas de móveis e eletrodomésticos cresce pelo segundo mês consecutivo

Vendas de móveis e eletrodomésticos cresce pelo segundo mês consecutivo

14 de julho de 2021Categories: VarejoTags: , ,

Compartilhe nas redes!

Compartilhe nas redes!

https://setormoveleiro.com.br/industria/producao-de-moveis-recua-em-abril/

Bons ventos para o setor moveleiro. Apesar da alta tímida nas vendas de móveis e eletrodomésticos no varejo durante a passagem de abril para maio de 2021, +0,6%, o indicador demonstra evolução no consumo. Sendo, então, a segunda alta consecutiva após uma queda acentuada no mês de março (-22% no confronto com fevereiro). O número fica bem maior ao compararmos com maio do ano passado, +22,5%. É importante lembrar,  porém, que o segundo trimestre de 2020 foi um período atípico e de pouca atividade no comércio devido à pandemia no Brasil.

Ao todo, entre janeiro e maio de 2021 — mês de referência da última Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) —, a categoria “móveis e eletrodomésticos” acumula 15% de crescimento. A taxa ficou acima do resultado do mês anterior, que era +13%, confirmando a evolução. De uma forma geral, aliás, a categoria vem mantendo um ritmo crescente de resultados acumulados nos últimos 12 meses, tendo passado de 16,4% até abril para 18,9% em maio.

Quando falamos na receita em valores, as vendas de móveis e eletrodomésticos também demonstraram variações positivas em todas as comparações. Em maio, o aumento foi de 2,2% sobre o mês anterior, número que apesar de modesto, aponta crescimento sustentado após a alta de 25,5% em abril, que recuperou a perda de 20,9% em março. Já no acumulado do ano, a receita nominal do segmento é de 27,7%.

Vendas de móveis no varejo em maio

Outra boa notícia para nosso setor é que entre os segmentos contemplados na categoria, os móveis parecem estar puxando os bons resultados no varejo nos últimos meses. No ano, ou seja, de janeiro a maio, o crescimento foi de 21,8% sobre igual período do ano passado. No acumulado dos 12 meses, o resultado é ainda maior: +24,1%. A pesquisa não revela os números da passagem de abril para maio quando se trata apenas do segmento de móveis de maneira isolada.

Vendas de móveis e eletrodomésticos - PMC - Plataforma Setor Moveleiro

Para além dos móveis e eletrodomésticos: indicadores do varejo nacional 

Já o comércio varejista nacional como um todo, segundo a Pesquisa Mensal do Comércio, experimentou alta de 1,4% em seu volume de vendas na passagem de abril para maio deste ano. Esta também é a segunda alta consecutiva do indicador geral, que já havia subido 4,9% de março para abril.

O varejo também teve crescimentos de 1,1% na média móvel trimestral; 16% na comparação com maio de 2020; 6,8% no acumulado do ano; e 5,4% nos últimos 12 meses. A receita nominal cresceu 2,4% em relação a abril; 29,8% na comparação com maio do ano passado; 18,1% no acumulado do ano; e 13,3% nos últimos 12 meses.

A categoria “móveis e eletrodomésticos” alcançou o oitavo melhor resultado no mês entre todas as áreas pesquisadas. O maior destaque ficou com o setor de “tecidos, vestuário e calçados”, com crescimento de 16,8% em maio sobre abril de 2021.

Siga-nos nas redes sociais!

Deixe Um Comentário

  • Categories: Feiras

    Com organização do Sindicato da Indústria do Mobiliário de Mirassol, o SIMM, a edição 2022 da Movinter começa amanhã, 28 […]

  • Categories: Marketing

    Colchões Castor – Chegar aos 60 anos em boa forma não é uma missão simples. Exige jogo de cintura, muita […]

  • Categories: Feiras
  • Categories: Indústria

    Indústria moveleira – Acompanhando as oscilações no mercado moveleiro nacional, impactado, entre outros motivos, pela instabilidade econômica e a retomada […]

Notícias em Destaque

  • Categories: Indústria, Notícias

    Abaixo do desejado desde dezembro de 2019, o nível dos estoques de produtos finais, que atingiu nível crítico no segundo […]

  • Categories: Indústria

    Na semana passada, nós falamos sobre as oportunidades para os móveis brasileiros nos Estados Unidos – clique para ler. Enquanto […]

  • Categories: Indústria

    A produção industrial no Brasil caiu 0,4% na passagem de agosto para setembro deste ano. Esta é a quarta queda […]

Assine
a nossa
Newsletter

    Opinião