Inovação é motor propulsor da Fimma e Movelsul 2022, que começam hoje

Inovação é motor propulsor da Fimma e Movelsul 2022, que começam hoje

Compartilhe nas redes!

Compartilhe nas redes!

fimma-e-movelsul-2022-plataforma-setor-moveleiro

Fimma e Movelsul — Diante das incertezas que ainda rondam o setor de eventos, da necessidade de assertividade na execução de exposições físicas e da importância do relacionamento entre os diferentes atores da cadeia moveleira para a construção de novos caminhos que passem pelo fornecimento, fabricação, venda e experiência em nosso setor, a edição especial da autointitulada “Feira das Feiras”, combinando a realização da Fimma Brasil (Feira Internacional de Máquinas, Matérias-Primas e Acessórios para a Indústria Moveleira) e da Movelsul (Feira de Móveis do Brasil e da América Latina), começa hoje (14) e vai até o dia 17 de março de 2022, no polo moveleiro de Bento Gonçalves (RS).

Unindo, portanto, a exposição de fornecedores de máquinas, equipamentos, soluções e matérias-primas para a fabricação do mobiliário à exibição de móveis prontos da indústria moveleira nacional, os organizadores querem ir além neste ano, proporcionando mais do que oportunidades de negócios e parcerias, um espaço inovador e propulsor de ideias. “Quem visitar as feiras terá a oportunidade de enriquecer seu conhecimento com um tema cada vez mais importante no mundo dos negócios: inovação”, reforçam.

De fato, inovação tem sido uma das temáticas mais recorrentes neste processo de readequação do setor moveleiro após os movimentos incomuns de mercado vividos nos últimos dois anos. Num contexto em que muitas vezes é preciso se reinventar para seguir relevante. O que, muito importante, não quer dizer necessariamente recomeçar ou criar algo novo do zero.

Diferente da visão de que inovação é apenas o desenvolvimento de um produto complexo ou uma solução de nome complicado, inovar é entender seu negócio e o mercado em que está inserido, bem como encontrar formas de otimizar o dia a dia das empresas por meio das transformações de pessoas, processos, produtos e, acima de tudo, de atitude. Ou seja, a inovação é algo intangível e muitas vezes imperceptível aos olhos, mas que tende a gerar um impacto muito positivo nos negócios.

Fimma Summit: inovação em pauta

Seguindo essa proposta, o Fimma Summit terá cerca de 30 palestras gratuitas apresentadas por instituições e empresas que são referência em empreendedorismo, além de pitchs com startups. Com patrocínio da cooperativa Sicredi, os cases serão exibidos presencialmente no espaço Ecossistema de Inovação (localizado no Pavilhão E), como parte da programação transmitida ao vivo pela plataforma Hub Moveleiro (necessário realizar cadastro em hubmoveleiro.com.br).

O diretor de Inovação da Fimma, Giovanni Cechin Rodrigues, adianta que a diversidade de temas abordados oferecerá insights valiosos. “Indústria 4.0, Metaverso, energia renovável, armazenagem e inteligência artificial são alguns dos assuntos que o público vai poder se inspirar. Esses encontros vão mostrar que a inovação pode beneficiar toda a estrutura das empresas – desde a cultura organizacional e processos internos até a comunicação e o posicionamento no mercado.”

Com realização conjunta, Fimma e Movelsul apostam em formato inédito

Inovação, aliás, que se nota no próprio evento que, reunindo duas feiras já consagradas no calendário moveleiro gaúcho e nacional, apostam num novo formato para alavancar a retomada de ambas.

Com mais de 500 marcas reunidas em 58 mil m² de área expositiva, esta é a primeira vez que os eventos ocorrem de forma conjunta e com 100% dos espaços comercializados. “Nós estamos com uma expectativa das mais otimistas possíveis. Até porque pela primeira vez toda a cadeia de madeira e móveis vai estar se encontrando nesses quatro dias”, fala Rogério Francio, presidente da Movergs (Associação das Indústrias de Móveis do Estado do Rio Grande do Sul).

As projeções de negócios, segundo Francio, são de um aumento de 15% nominalmente no volume de negócios em relação às últimas edições das feiras: na Movelsul 2018 foram mais de US$ 300 milhões; já na Fimma 2019, cerca de US$ 290 milhões.

Participam das feiras os profissionais da indústria de móveis; fornecedores de máquinas, acessórios, ferramentas e matérias-primas; arquitetos; designers; varejistas e compradores nacionais e estrangeiros.

Embora conjuntas, porém, os eventos estarão separados dentro do Parque de Eventos. Isso porque, enquanto a Movelsul foca em móveis e design, a Fimma mira nos fornecedores da indústria moveleira.

“Eu não tenho como assegurar que esse modelo seja permanente para o futuro, mas tenho certeza em dizer que ele vai ser revolucionário. Obviamente, vamos estar acompanhando todos os dias os resultados para ver se passa a ser uma característica dominante de fazer os eventos”, conclui o presidente da Movergs.

Foco no comércio exterior

Além dos profissionais brasileiros, são esperados visitantes de outros 20 países da América, Europa e África. O presidente do Sindmóveis (Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves), Vinicius Benini, destaca que os móveis produzidos no Brasil têm ganhado força no mercado internacional, com as exportações brasileiras de móveis prontos e colchões chegando a US$ 938,3 milhões no consolidado de 2021, segundo dados divulgados pela ABIMÓVEL (Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário).

Conforme explica o diretor Internacional da Fimma, Marcelo Haefliger, as Rodadas de Negócios Internacionais serão catalisadoras para o segmento. “Além de visitantes profissionais de todas as regiões brasileiras, que certamente movimentam a economia nacional, entendemos que ainda existem muitas oportunidades a serem exploradas fora do País. A proposta foi bem aceita, pois temos 50 expositores da Fimma confirmados nos encontros com importadores.”

As rodadas são realizadas por meio do Orchestra Brasil, projeto de exportação de empresas brasileiras fornecedoras da indústria moveleira realizado pelo Sindmóveis com apoio da ApexBrasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos).

Movelsul: Prêmio Salão Design 

A Movelsul traz de volta também a tradicional mostra do Prêmio Salão Design, que reúne os produtos vencedores nas edições de 2020 e 2022. São, no total, 23 peças assinadas por profissionais e estudantes. Outra novidade são os dois ambientes assinados pelos designers Paulo Biacchi e Mila Rodrigues. Os visitantes podem tirar fotos para salvar as referências e compartilhar nas redes.

Um Comentário

  1. Euclides Antônio rufato 20 de março de 2022 at 19:25 - Reply

    Parabéns aos organizadores , feira foi um sucesso.
    Quero estar expondo na próxima edição, com minha empresa a SMP – movelaria pois trata-se da maior feira de móveis do Brasil.
    Quanto as duas juntos eu achei fantástico .

Deixe Um Comentário

  • Categories: Marketing

    Colchões Castor – Chegar aos 60 anos em boa forma não é uma missão simples. Exige jogo de cintura, muita […]

  • Categories: Indústria

    Indústria moveleira – Acompanhando as oscilações no mercado moveleiro nacional, impactado, entre outros motivos, pela instabilidade econômica e a retomada […]

  • Categories: Feiras

    Fornecedor na cadeia moveleira – Enquanto muitos consumidores direcionaram seus recursos para realizar melhorias em suas casas durante os últimos […]

  • Categories: Varejo

Notícias em Destaque

  • Categories: Indústria, Notícias

    Abaixo do desejado desde dezembro de 2019, o nível dos estoques de produtos finais, que atingiu nível crítico no segundo […]

  • Categories: Indústria

    Na semana passada, nós falamos sobre as oportunidades para os móveis brasileiros nos Estados Unidos – clique para ler. Enquanto […]

  • Categories: Indústria

    A produção industrial no Brasil caiu 0,4% na passagem de agosto para setembro deste ano. Esta é a quarta queda […]

Assine
a nossa
Newsletter

    Opinião